Vox Populi e Ibope divulgam pesquisa para corrida presidencial

Os principais institutos de pesquisas divulgaram agora a noite os números da primeira pesquisa após o debate realizado na TV Bandeirantes no dia 10 de Outubro.

A pesquisa do IBOPE encomendada pela TV Globo e pelo jornal O Estado de S. Paulo indica que Dilma Rousseff do PT tem 53% dos votos válidos contra 47% de José Serra do PSDB. A margem de erro nesta pesquisa é de 02 pontos percentuais, o que faz com Dilma oscile entre 51% a 55%. Com a margem José Serra fica entre 45% a 49%.

Na contagem dos votos totais (que incluem brancos, nulos e indecisos) Dilma permanece na frente com os mesmos 06 pontos. A candidata do PT tem 49% contra 43% do tucano. A margem de erro permanece de dois pontos percentuais.

Um pouco diferente do levantamento do IBOPE, a pesquisa Vox Populi encomendada pelo portal iG, indica vitória de Dilma Rousseff com 48% das intenções de votos contra 40% de José Serra. Brancos e Nulos somam 12%. Se considerados somente os votos válidos a candidata do PT aparece com 54,5% dos votos contra 45,4% do tucano.  A margem de erro desta pesquisa é de 1,8 pontos percentuais para mais ou menos.

Ambas as pesquisas foram muito aguardadas para medir a reação do eleitorado após o debate na TV.

Dilma mostrou pouco crescimento em relação as pesquisas realizadas no primeiro turno, assim como a sua votação registrada em 03 de Outubro. Na ocasião a candidata do PT fechou as urnas com 46,9% dos votos.

Já o candidato do PSDB mostra avanços se comparada a sua votação de 32,6% no primeiro turno. Pode-se associar o crescimento de Serra à migração dos votos da candidata do PV, Marina Silva, que juntamente com seu diretório nacional ainda não definiu quem apoiar na segunda etapa das eleições.

Em cima do muro

O Partido Verde decidiu hoje (13/10) que irá ampliar o número de pessoas que irão votar sobre o eventual apoio a alguma candidatura específica no segundo turno. A decisão será tomada somente no domingo, dia 17, porém a própria Marina Silva tem falado com os dois candidatos para embasar o apoio. Pessoas ligadas à Executiva do Partido, lideranças religiosas, integrantes do programa de governo totalizam 130 pessoas que irão votar o apoio ou a neutralidade do Partido.

Jorge Carvalho Possetti é Jornalista

Siga: twitter.com/jorgepossetti

Deixe um comentário