O Tribunal de Contas do Estado de Pernambuco – respeitado órgão que tem como função a fiscalização das contas públicas – julgou improcedente a denúncia dos vereadores de oposição de Araripina a respeito das festividades de São João. Na decisão, a relatora, Dra. Maria Teresa Caminha Duere, descartou qualquer indício de superfaturamento nos valores investidos no evento.

1-960x382

O Poder Judiciário também deixou claro que, ao contrário do que foi veiculado em blogs ligados ao grupo político que faz oposição a gestão municipal, não houve gasto de R$6 milhões na infraestrutura da festa. Segue o trecho:

A Prefeitura de Araripina lamenta este gesto minúsculo de tentar colocar a população contra a atual administração com a ultrapassada prática do denuncismo leviano e superficial. A resposta, primeiramente dada pelo povo – através da alegria em cada noite do São João – agora é acompanhada pela Justiça, que ocupou seu valioso tempo numa denúncia sem qualquer sustentação.

2-960x216

O Governo Alexandre Arraes seguirá trabalhando pelo povo de Araripina de maneira, antes de tudo, respeitosa ao dinheiro público e a todas as normas jurídicas. A gestão não se abala pelas tentativas mal sucedidas de desestabilizá-la, ao contrário: se motiva para lutar ainda mais para oferecer melhores dias a nossa população.

 

Deixe um comentário

O que você achou disto?

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: