6 comentários sobre “Sustentabilidade é prioridade na Lafarge – Revista Fator

  1. Pensar em reaproveitar as sobras de gesso é fator indispensavel em quem trabalha com gesso, pois quando se faz revestimento ou quando se faz molduras, placas ou bloquetes de gesso, gera resíduo que bem poderia ser reaproveitado para fazer blocos para substituir tijolos convencionais e assim baratear a construção civil para as pessoas de baixa renda. (se é que se pensa em pessoas de baixa renda)

  2. trabalhei numa fabrica de placas de gesso em Itamonte-MG e vi quanto residuo era desperdiçado. Pena que naquele momento não tinha outro subproduto para ser utilizado usando os residuos do gesso.

  3. trabalhei numa fabrica de placas de gesso em Itamonte-MG e vi quanto residuo era desperdiçado. Pena que naquele momento não tinha outro subproduto para ser utilizado usando os residuos do gesso.

  4. Prezados Senhores,
    Dispomos de grandes quantidades de coco de piaçava para queima em fornos industriais, como combustível renovável e ecológico. Este coco, apesar de pequeno, tem paredes grossas que se assemelham à madeira de alta densidade,além disso,possui elevada carga oleaginosa, o que intensifica a queima.
    Esperamos contato.
    Grato,
    EDVALDO JR [email protected]
    71-8239-0140 / 3215-9621

  5. DEPOIS DE MUITA PESQUISA, CONSEGUI FAZER COM QUE OS RESIDUOS DE GESSO TORNE A CONSTRÇAO CIVIL, PLEITEIO AGORA ESTAR PONDO EM PRATICA , PARA TANTO PREÇISO DE APOIO , EM ESPECIAL DO GOVERNO FEDERAL, UMA VEZ QUE O NOSSO PAIS ESTA SENDO TRANSFORMADO EM UM LIXAO BRANCO , ASSIM COMO UEA , FRANÇA CHINA ETC .

Deixe um comentário