Softagon Sistemas em Araripina

Parece que a crise atingiu Araripina, no sertão do Pernambuco, como um tiro a queima roupa! Numa onda de ausência de pagamentos, falsas promessas e previsões que não se cumprem, funcionários contratados tem cruzados os braços e se recusado a realizar suas referidas funções nos locais onde estão lotados através da Secretaria de Educação, secretaria que abriga grande parte do efetivo da Prefeitura.

Na última segunda feira (24), a Escola de Aplicação, que também funciona no prédio da Faculdade de Formação de Professores de Araripina, fechou as portas e não atendeu seus alunos, enviando-os de volta as suas casas pois não havia professores, ou qualquer outro profissional – Contratado – para realizar as funções a que se destinam (Naquela unidade de ensino, mais de 50% dos funcionários é composto por contratados). Um clima de revolta é visível no rosto de homens e mulheres que estão há três meses com seus pagamentos atrasados, e sem previsão! Em contato com uma fonte ligada diretamente a Secretaria de Educação de Araripina (que preferiu o anonimato, também temendo pela sua situação), deixou-se escapar que não tem dinheiro pra contratado, nem pra motorista… e nem previsão!, é o fundo do poço para a atual administração!

Nunca, eu disse, nunca, em seus quase 90 anos de História, o município de Araripina, vivenciou uma situação como essa: salários atrasados, promessas vãs e de total descredibilidade a administração. Paralela a essa situação, uma suposta lista negra tem aterrorizado os contratados, que intimidados pela administração temem por perder o tempo trabalhado e seus empregos; que de muitos é o seu único ganha pão. Na suposta lista negra, um séquito de nomes (150 contratados) estariam classificados para receberem exoneração prevista a próxima segunda feira (31).

E você, o que pensa sobre a atual situação que o município vive sob a Gestão atual? Comente!

Publicado por Dyangellys Batista

Bibliotecário, Gamer, Geek e Baixinho!

Deixe um comentário

O que você achou disto?

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: