Simões, potência na produção de mel

Apicultor mostra seu apiário
Apicultor em seu apiário

A Equipe do SimõesNews (Portal de Notícias de Simões-PI) iniciou uma série de matérias especiais sobre as potencialidades da Região. Iniciando com Simões, foi publicado no Portal porque Simões ocupou no ano passado a 20ª (vigésima) colocação no ranking de produção de mel do Brasil.

“Na matéria especial sobre a apicultura de Simões, nós procuramos ser apicultores por uns dias, convivendo diretamente com os produtores, “batendo mel”, indo a apiários, sempre com conversas sobre o assunto.”, disse a Equipe de Reportagem do Portal.

A apicultura no Piauí vem sendo desenvolvida e sendo renda das famílias em muitas cidades. Na região, temos a cidade de Picos-PI como sinônimo de grande produtividade de mel. A casa APIS, localizada na cidade, é o local onde a maioria dos produtores da região recorre, tanto para venda do mel, como para a compra de equipamentos.

Em Simões existe uma Associação de apicultores apenas com 28 sócios. “Alguns dos sócios da Associação utilizam equipamentos emprestados. Trabalhamos com essa parceria, sempre ajudando uns aos outros, seja fornecendo equipamento, mão-de-obra, o que estiver a nossa disposição.”, comentou um dos associados.

Simões no ano passado surpreendeu a muitos, por ter sido o 20º (vigésimo) maior produtor de mel do Brasil. “Isso foi apenas um grande empenho dos apicultores de Simões. A região é muito grande, favorece muito a produção, o potencial é enorme, além de estar contribuindo para a preservação ambiental, gerando renda e emprego, não só para os apicultores, mais também para os donos de propriedades, uma vez que alugamos as suas propriedades para instalarmos os nossos apiários.”, disse Vicente Amorim, Vice-Presidente da Associação.

Segundo informações dos apicultores de Simões, o mel hoje representa 70% da renda anual de alguns deles. Na primeira colheita registrada esse ano, a Associação obteve uma média de produtividade de 12 toneladas. “Essa média foi obtida apenas com a “batida do mel” no sertão. O nosso forte é na Serra, provavelmente a nossa colheita lá irá ser o triplo do Sertão.”, disse o Presidente da Associação, José de Arimatéia.

Os apicultores de Simões “batem o mel” (extraem o mel das capas) em média 04 (quatro) vezes ao ano, sendo uma no sertão e três na Serra. No final da produção a média registrada é de três latas de mel por colméia, enquanto no estado é de apenas uma lata e meia.

Participe da discussão

1 comentário

  1. Prezados Srs,
    A Federação do Estado da Bahia solicita vossa colaboração para o desenvolvimento de um banco de projetos,
    encaminhando-nos os trabalhos concorrentes financiáveis em seu
    inteiro teor desenvolvidos e ou recebidos por Vossa instituição para o email
    [email protected].
    A partir da listagem completa dos projetos analisaremos os trabalhos
    Com o objetivo de direcioná-los à entidades afins
    capazes de viabilizá-los através da disponibilização dos
    recursos necessários.
    O banco de projetos será composto pelos projetos que participaram
    do processo de seleção pública e que não puderam ser
    patrocinados por conta do limite dos recursos. Sua criação
    baseia-se no principio da necessidade de estimular ações
    voltadas à responsabilidade social em sua cadeia produtiva junto a
    empresas e entidades parceiras nacionais e
    internacionais.
    Mila Pater

Deixe um comentário

O que você achou disto?

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: