Setor da construção civil impulsiona economia do Araripe

Se há um setor da economia que não pode reclamar de crise na Região do Araripe é o setor da construção civil. Principalmente, Ouricuri e Araripina estão num verdadeiro “boom imobiliário” em construção de prédios comerciais e residenciais. Passando pela BR-368, pela perimetral de Araripina, no centro urbano da cidade da mesma cidade e em Ouricuri, modernos residenciais estão sendo tocados por empresários locais e vindos de outros locais, em empreendimentos com recursos privados e públicos, o último advindo do Programa “Minha Casa Minha Vida”, do Governo Federal, financiado pela Caixa Econômica Federal, para população mais humilde.

É um verdadeiro espetáculo de máquinas limpando matos e terrenos, aparecimento de loteamentos de todos os níveis e preços até condomínios de luxo como os tocados pela Construtora Constantini, de Petrolina, que está concluindo dois residenciais: um em Araripina (perimetral) e outro em Ouricuri, perto da Capela de São Brás e do PPRF.

Microempresários de Araripina e Ouricuri, também, estão fazendo a sua parte construindo pequenos condomínios fechados que vão de 10 a 100 casas, contribuindo com o desenvolvimento da Região  do Araripe. Trindade, também, está recebendo um empreendimento imobiliário de grande porte às marges da BR no sentido de Ouricuri.

ESCASSEZ DE MÃO DE OBRA QUALIFICADA

Hoje, um dos grandes problemas na Região do Araripe é encontrar profissionais da construção civil para atender a demanda. Praticamente, engenheiros civis, pedreiros, mestres de obra e ajudante estão quase todos ocupados em alguma construção na Região do Araripe. Empresas de Engenharia e Arquitetura, hoje, são as mais requisitadas na economia da localidade sertaneja. Um ponto positivo mas que agrava a escassez  de mão de obra qualificada  no setor é a grande demanda de pessoal para as obras da Transnordestina, em Nascente, distrito de Araripina, que tem deslocado praticamente de forma positiva os profissionais para o canteiro de obras do grande empreendimento do Governo Federal . Segundo se comenta, outro grande projeto que virá para a Região do Araripe será a construção do tão falado Canal do Sertão que traria água do São Francisco passando pela Região do Araripe de Pernambuco e se estendendo até o Piauí. Essa obra, diferente da Adutora do Oeste e da Transposição do Rio São Francisco, seria para incrementar o agronegócio em nossa região.

Sandro Moraes

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.