Se quer calar um blogueiro, corte os dedos dele

Podemos enxergar uma informação de tres formas, veracidade, opinião e articulação, no entanto a veracidade de um texto pode incomodar alguns formadores de opinião, que usam sua mente para articular seus leitores, como se a capacidade de raciocinio humano fosse como um carrinho de controle remoto. 


Quando se tem em mãos um veículo de comunicação, temos duas escolhas, ter credibilidade ou… é, ou, espera um pouco, existe outra coisa que um profissional de comunicação pode ter além de prestígio e credibilidade? Se você não tem essas duas qualidades, então não podemos esperar de você, textos e paragrafos com objetividade, e uma real razão. 

O ecosistema da imprensa em Araripina, vive em constante desequilibrio, são poucas as mídias que fazem jus ao verdadeiro jornalismo, o que vemos na maioria dos sites e blogs, é uma verdadeira prostituição de redações que vendem a imagem falsa passada por escrito de um momento ou fato da cidade. Os domínios virtuais que ultilizam as palavras “novo” e “nova”, formam um IP mentiroso de informações compradas e forjadas.

A quantidade de produtos de informação para a articulação da opnião pública nesta cidade é enorme, a prática de promoção pessoal dos líderes foi massiçamente trabalhada de dorma subliminar, principalmente em blogs, quanto custa para expor tal cor em meu blog? 

Qual termo usar com pessoas que contribuem para este tipo atitude? Subordinados? Quer ser um blogueiro, seja: É grátis criar uma conta no Google, mais tenha o imenso cuidado, pois sem ferrão, tal inseto não é nada.


Resposta ao blog Casa de Abelha

Da redação do blog Revista Geral 

Publicado por Cidade de Araripina Pernambuco

Sobre

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.