O presidente Jair Bolsonaro (PSL) iniciou o mandato fixando o salário mínimo para o ano corrente em R$ 998. O valor está abaixo do que foi proposto pelo governo Temer, de R$ 1.006, enviado em agosto ao Congresso.
O reajuste de Bolsonaro é o segundo menor em 24 anos, desde a implantação do Plano Real, em 1994. O aumento foi superior apenas ao estabelecido por Temer em 2018, quando o aumento foi de 1,81% em relação ao praticado em 2017. Para este ano, a atualização ficou em 4,6% em relação ao valor pago em 2018, de R$ 954.
O cálculo para o reajuste do salário base no país é feito a partir dos dados da inflação registrada no ano anterior e do PIB (Produto Interno Bruto) de dois anos antes. Em 2017 o PIB teve alta de 1%. O cálculo do INPC de 2018, ainda não foi divulgado, então o governo usou uma previsão para propor o valor. O governo também teve que embutir no aumento estabelecido para 2019 a compensação pelo reajuste feito em 2018, que ficou abaixo da inflação medida pelo INPC (índice que aponta a variação de juros no país).
O Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese) destaca que o salário mínimo serve de referência no país todo, impactando diretamente no rendimento de cerca de 48 milhões de trabalhadores brasileiros.
Fonte: jornalggn.com.br

Publicado por Dyangellys Batista

Bibliotecário, Gamer, Geek e Baixinho!

Deixe um comentário

O que você achou disto?

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: