Imagem da internet

Entramos em contato na tarde desta terça-feira (18) com o suplente de vereador Roseilton Oliveira (PRTB-PE), que é um dos militantes à frente do movimento “Emancipa Morais”, título criado ao conjunto de líderes comunitários e sociedade civil organizada do distrito do Morais, que vem se articulando nos últimos meses em prol da emancipação daquela localidade.

Roseilton nos informou que entrou em contato hoje por telefone com um companheiro político em Brasília que acompanha o movimento de emancipação, e ele o informou que o clima está bastante favorável e que no momento os parlamentares discutem uma nova proposta para o projeto, a mudança seria que, para que o distrito ou povoado seja compatível com o regulamento de emancipação, teria que ter acima de 10.000 (dez mil) habitantes.

Para Roseilton essa notícia não desanima já que o Morais está articulado com o povoado de Lagoa do Barro, que fica próximo àquele distrito, e que juntos, somariam aproximadamente 12.500 habitantes.

O projeto que foi aprovado pelos deputados e senadores brasileiros, foi vetado por Dilma. Após a decisão da presidenta uma enorme marcha se iniciou com centenas de localidades nacionais que hoje lutam juntamente com a bancada do Senado e da Câmara dos Deputados pela derrubada do veto presidencial.

Imagem da Internet

Na primeira tentativa em fevereiro, pouco antes da abertura da sessão, houve tumulto quando manifestantes municipalistas que queriam acompanhar a sessão das galerias do plenário foram barrados pela Polícia Legislativa. Com receio de que o veto fosse mantido, devido ao pequeno número de senadores presentes na sessão, os parlamentares decidiram adiar a votação para o dia de hoje, 18 de março.

Fonte: Blog Revista Geral

Publicado por Cidade de Araripina Pernambuco

Sobre

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.