Reforma administrativa da Prefeitura será o primeiro desafio do Poder Executivo na Câmara de Vereadores

A reforma administrativa enviada pelo Poder Executivo chega à Câmara de Vereadores nos próximos dias. Será o primeiro teste do prefeito Alexandre Arraes (PSB) com as bancadas de situação e oposição. Os números indicam facilidade de aprovação do primeiro projeto enviado ao Poder Legislativo.

Resta somente uma dúvida: os dois vereadores que não votaram de acordo com a orientação do líder do governo Francisco Edivaldo (PR) na eleição da mesa diretora de 2013/2014 manterão a posição de independência ou a reforma administrativa será aprovada por unanimidade?

A oposição liderada por Evilásio Mateus (PDT) vai facilitar a votação ou irá questionar a reforma administrativa e retardar a reforma do organograma da Prefeitura. Caso retarde a aprovação a oposição deixará o prefeito Alexandre Arraes em maus lençóis, pois as nomeações estão esperando a aprovação da Câmara para ele montar a equipe de governo que hoje  trabalha somente com o primeiro escalão.

Alinhamento – O prefeito Alexandre Arraes (PSB) reuniu toda a sua equipe de Secretários na tarde de ontem para alinhar as primeiras ações de sua administração. Pediu que os Secretários apresentem seus projetos e demandas. Também afirmou que nos próximos dias inicia o recadastramento dos servidores efetivos, e pediu, especialmente, atenção e respeito no tratamento com a população.

Reforma administrativa – Ainda na reunião falou sobre a reforma administrativa que chegará a Câmara de Vereadores na próxima semana. O novo organograma tem 20% a menos de cargos e estrutura as Secretarias aos moldes do Governo do Estado.

Operação entulho – Quem anda pelas ruas da cidade já observa a redução da quantidade de entulhos gerados pela construção civil. A Secretaria de Obras e Infraestrutura mandou recolher os entulhos que estavam acumulados, dificultando ainda mais o caótico trânsito do município.

Ansiedade – Os vereadores recém-empossados estão ansiosos pela primeira sessão da Câmara que deverá acontecer somente na terceira semana de janeiro. Antes, o presidente Luciano Capitão (PSB) deverá convocar uma sessão extraordinária para aprovar a reforma administrativa enviada pelo Poder Executivo. 

Participe da discussão

2 comentários

  1. Cadê a convocação? Ou o sr. Prefeito vai lotar a prefeitura de contratados como fez para se eleger?

  2. Alexandre fazendo o mesmo que os outros: só deu os melhores cargos as pessoas da sua familia…..de besta não tem nada!!!! nesta terra não prevalece a lei do nepotismo nè mesmo prefeito?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.