Recupere as suas fotos deletadas do cartão

Tenho recebido alguns e-mails de pessoas que apagaram fotos importantes que estavam no cartão da máquina fotográfica e de outras que acidentalmente o formataram. Para os dois casos é possível recuperar o conteúdo. Contudo, o sucesso da operação depende de alguns fatores. O primeiro deles é o de não ter utilizado o cartão depois de ter eliminado os arquivos. Se você fizer isso, os novos arquivos poderão ser gravados nas áreas do cartão onde estavam as fotos apagadas, e aí sua recuperação fica impossível.
O segundo fator é a utilização de um programa especialista nesse tipo de operação. Se os arquivos apagados estavam no cartão da máquina, o programa precisa ser instalado no micro normalmente. Contudo, se os arquivos apagados estavam no disco rígido, o ideal é instalar o programa em um pen drive para evitar que ele também sobrescreva as fotos apagadas.

20140124103035154587u

Um programa bastante simples de usar é o Pandora Recovery, disponível em http://www.pandorarecovery.com/. Após sua instalação e execução, ele mostra uma tela com os drivers do computador, incluindo o cartão SD que estiver inserido na máquina conectado ao micro ou em um leitor de cartões.
Selecione o drive do cartão e no painel central superior serão exibidas as pastas e os arquivos apagados que foram encontrados. Aqueles que tiverem seus nomes exibidos na cor negra têm muitas chances de poder ser recuperados. Os que estiverem na cor vermelha, a recuperação está comprometida.
Para recuperar um arquivo de foto, selecione-o no painel superior. Sua imagem será exibida no painel inferior. Clique duas vezes sobre o nome do arquivo e uma caixa de diálogo será exibida. Nela, você precisa especificar uma pasta em outra letra de drive que receberá os arquivos recuperados. Você não pode gravar o arquivo recuperado na mesma pasta ou drive onde está o arquivo apagado.
Depois de informar a pasta, clique no botão recover now. No fim do processo, pressione o botão Close e a pasta informada como destino será aberta mostrando o arquivo recuperado.

 Fonte: diariodepernambuco.com.br

Deixe um comentário