Reconstrução da bacia leiteira de Bodocó é uma das preocupações do prefeito Danilo Rodrigues

As Comissões de Agricultura e de
Acompanhamento às Medidas de Enfrentamento à Seca e Obras Estruturadoras do
Semiárido realizaram, nesta sexta (26), uma reunião que teve início na cidade
de Araripina. Danilo Rodrigues acompanhou a Comissão e no período da tarde a
reunião aconteceu em Bodocó cuja bacia leiteira sofreu um enorme prejuízo
devido à ausência de chuvas. A comissão de enfrentamento à seca é formada pelos
deputados Raimundo Pimentel (PSB), Diogo Moraes (PSB), Manoel Santos (PT),
Adalberto Cavalcante (PHS), Claudiano Martins Filho (PSDB) e Odacy Amorim (PT). 


Estiveram em Bodocó os deputados Raimundo Pimentel e Diogo Morais.Reconstrução
da bacia leiteira de Bodocó – este foi o tema da reunião que marcou toda a
tarde nesta sexta feira com o intuito de discutir medidas de enfrentamento à
seca na região e incentivar as políticas de convivência com o semiárido, a
Prefeitura de Bodocó / Secretaria de Agricultura receberam os deputados no
Centro de Convivência do Idoso – CCI.Em seu discurso de abertura, o prefeito
Danilo Rodrigues explanou para todos os presentes, os problemas que o homem do
campo vem enfrentado e sugeriu medidas e obras estruturadoras visando oferecer
suporte ao trabalhador rural durante o período de estiagem, assim como no
período de chuvas.
“O apoio que o governo nos oferece
ainda é pouco diante da necessidade do nosso agricultor e pecuarista.
Precisamos unir forças e necessitamos de obras de infraestrutura para combater
e passar sem maiores danos pelo período da seca, além de nos preparar para
outros períodos de forte estiagem como este”, destacou Danilo Rodrigues.O
deputado Raimundo Pimentel relacionou as medidas implementadas pelo Governo
Estadual, porém afirmou que é necessário maior empenho para amenizar o
problema. “O governo vem ajudando dando suporte aos pecuaristas. Uma das ações
foi a cana-de-açúcar que veio da Zona da Mata. Pensando em diminuir os custos
gerados pelo transporte e a distância, Bodocó passou a receber o milho
forrageiro, que é produzido no Projeto de irrigação de Bebedouro, em Petrolina.
Sabemos que a ação não resolve o problema, mas ajuda”, falou Pimentel,
destacando que existe um projeto que estudará a viabilização de plantação do
milho mais próximo da cidade.Raimundo Pimentel ainda destacou sobre um poço
recém perfurado pela Prefeitura de Bodocó na serra, que poderá garantir o
abastecimento de água nas comunidades de Feitoria, Jardim, Cacimba Nova e
Sipaubas. “Irei defender uma tese para universalizar o abastecimento de água na
cidade de Bodocó, pois com este poço a cidade poderá ficar independente da
adutora do oeste. Este é um anseio do prefeito Danilo Rodrigues, garantir o
abastecimento de água para a região da serra com água deste poço”, falou.

Diogo Moraes frisou que esta é a pior seca dos últimos anos e que é
preciso averiguar a situação objetivando encontrar soluções para a melhoria da
qualidade de vida do nordestino. “Estamos registrando a situação da cidade de
Bodocó e vamos analisar as melhores soluções para amenizar o sofrimento causado
hoje, pensando em ações que nos fortaleça também no futuro”, disse o
parlamentar.
Já o secretário de Agricultura, Robson Saraiva, ressaltou os efeitos da
estiagem na pecuária, que está com o rebanho dizimado, além da situação das
famílias e o impacto na economia local. Bodocó, que era a primeira bacia
leiteira da região produzia em média 150 mil litros de leite, hoje a produção
gira em torno de 40 mil litros diários. Na ocasião, agricultores e pecuaristas
puderam falar sobre as necessidades e os problemas enfrentados com a seca que
assola o sertão pernambucano.
O pecuarista João de Aprígio ressaltou que está cansado de promessas e
que os políticos precisam agir com mais decência com o homem sertanejo e que o
governador teria a obrigação de estar presente em reuniões como essas.
Os vereadores da Câmara Municipal de Bodocó, Zé Andrade, Antonio Filho, Roberto Farias e Galega do Cartório, também se pronunciaram sobre o problema. Gildemar, mais conhecido como Beba do doce, falou sobre os problemas que vem enfrentando e destacou a ASPROBALDE. Já Dr. Carlos Afonso repassou uma série de propostas viáveis para o sertanejo. Propostas estas que foram inseridas nos relatórios dos deputados.

Fonte: ASCOM da Prefeitura de Bodocó

Publicado por Cidade de Araripina Pernambuco

Sobre

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.