Queda de bimotor deixa 15 mortos no sul da Bahia

Um acidente com um bimotor no Sul da Bahia deixou 15 mortos na noite desta sexta-feira (22), segundo o corpo de bombeiros de Porto Seguro (BA). O acidente aconteceu no complexo hoteleiro da cidade de Trancoso, no Sul da Bahia, com um bimotor King Air B350, prefixo PR-MOZ. Não há sobreviventes. O avião bimotor de prefixo PR-MOZ caiu em Trancoso, no sul da Bahia, ao se aproximar da pista do aeroporto privado Terravista

O bombeiros foram os primeiros a chegar no local – uma área de mata fechada e de difícil acesso. As vítimas seriam 11 adultos e 4 crianças. Os nomes somente serão divulgados após a perícia. Os corpos continuam no local.

Entre os mortos estão o proprietário do avião, Roger Ian Wright, que é sócio fundador da Arsenal Investimentos, sua esposa, Lucila Lins, os dois filhos do casal -o economista Felipe e a arquiteta Verônica-, dois netos, o genro, outras duas crianças, o comandante, o copiloto e uma aeromoça.

Ainda segundo os bombeiros, chovia muito na hora do acidente e o avião explodiu e se incendiou na aterrissagem.

O Aeroporto Terravista é dedicado ao atendimento exclusivo de aeronaves executivas. A pista tem 1.500 metros e é utilizada pelos proprietários das casas do condomínio e clientes do campo de golf.

A Aeronáutica já mandou uma equipe de Recife para o local do acidente para investigar as possíveis causas.

Uma equipe do Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Seripa), de Recife (PE), deve divulgar a lista completa com a identificação de todas as vítimas.

Tanto a Anac (Agência Nacional de Aviação Civil) como a Infraero (Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária), por meio de suas assessorias de imprensa, informaram que não terão acesso tão cedo à lista com os nomes dos passageiros.

Deixe um comentário

O que você achou disto?

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: