Com o prazo para regularização dos aterros sanitários se esgotando este ano, mais especificamente em 10 de agosto de 2014, todas as prefeituras do País correm contra o tempo para cumprir as metas exigidas pelo Governo Federal. Ainda mais quando a punição para quem descumprir a Lei é a inclusão do município na lista de negativados, o que resulta na perda do ICMS socioambiental – situação a qual nenhum gestor municipal quer está. Por isso, prefeituras do país inteiro estão acelerando suas ações para não ficarem negativadas.

Em Araripina, o projeto soma-se a outros inúmeros esforços que a prefeitura faz para despoluir o meio ambiente, a exemplo do programa de saneamento básico em execução na cidade. Por isso, sob recomendação, expressão do Prefeito Alexandre Arraes, a secretária da SEMAD, Cristina Arraes, juntamente com a equipe da Secretaria de Meio Ambiente, fez o recadastramento de todos os recicladores do Município em cumprimento a nova Lei Federal, que exige a saída e transferência de todas as famílias, em nosso caso 30 no total, do aterro sanitário para um local apropriado (galpão).

Todos esses esforços trarão várias melhorias, tais como: 1) a colaboração da população que terá de fazer a coleta seletiva, uma vez que o lixo será totalmente reciclado; 2) o Município cuidará melhor do meio ambiente; 3) Araripina ainda terá sua licença socioambiental aprovada e consequentemente, passará a recolher o ICMS socioambiental no valor de R$ 3 milhões/ano para manutenção das atividades do aterro.

Na verdade, esse planejamento verde não é importante somente para a presente geração, mas, principalmente, para as futuras. Nesse sentido, a Prefeitura de Araripina vem se empenhando desde o início da gestão Alexandre Arraes para melhorar a vida das pessoas que aqui residem há tantos anos, em busca de uma melhoria de vida para todos.

aterro-sanit+írio-araripina
Reprodução web: aterro sanitário

Fonte: Ascom – PMA

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.