A Prefeitura de Araripina anunciou nesta quarta-feira (29) medidas mais restritivas para o enfrentamento à pandemia da Covid-19. O anúncio foi feito pelo prefeito Raimundo Pimentel ao afirmar que as ações terão validade de 15 dias e passarão por uma nova avaliação após este período:

Descentralização da coleta de sangue para todas as unidades de saúde, aumentando a quantidade de testes

Todas as unidades de saúde farão a coleta de sangue para testagem dos casos suspeitos. Com o aumento da oferta de testes rápidos, espera-se identificar o maior número de casos positivos e proceder ao isolamento domiciliar evitando assim a propagação do vírus.

Ampliação de 20 leitos de enfermaria no Hospital e Maternidade Santa Maria (HMSM)

Atualmente a Secretaria Municipal de Saúde custeia 20 leitos de clínica médica para pacientes com síndrome respiratória aguda grave (SRAG). Estes serão reforçados com mais 20, totalizando 40, que estão instalados no HMSM.

Aumento na fiscalização dos estabelecimentos da Sede e Distritos, a partir de sexta-feira (31/07)

A Vigilância Sanitária terá o reforço de 40 Bombeiros Civis que farão a fiscalização no comércio e terão autonomia de autuação para posterior avaliação da cassação de Alvarás de Funcionamento caso haja qualquer descumprimento das medidas estabelecidas.

O comércio não será fechado, mas terá maior fiscalização para o cumprimento das normas sanitárias

As atividades comerciais essenciais poderão funcionar em conformidade com as etapas do Plano de Retomada Econômica estabelecido pelo Governo do Estado e garantindo as medidas sanitárias.

Feira de Automóveis (Feira do Rolo) suspensa por tempo indeterminado a partir de quinta-feira (30/07)

O espaço de comercialização de motos e veículos localizado no bairro Planalto está suspenso por tempo indeterminado.

Toque de recolher a partir de quinta-feira (30/07) partir das 21h

Medida que visa coibir a circulação noturna das pessoas após as 21h. Portanto nenhum estabelecimento – incluindo os essenciais – está autorizado a funcionar após este horário, nem mesmo o serviço de delivery.

Proibida a venda de bebidas alcoólicas durante os próximos 15 dias

O HMSM apontou um crescimento nos números de acidentes de moto e consequentemente de internações na UPA 24h em virtude do abuso de bebidas alcoólicas. Sendo assim, a proibição da venda objetiva o consumo que, neste momento de pandemia, faz-se totalmente desnecessário e traz graves consequências ao sistema de saúde.

Todas as medidas constam no Decreto Municipal nº 055 de 29/07/2020 que prevê multas e cassação de alvará para quem o descumprir. A Prefeitura também disponibilizou um número de contato Whatsapp para que a população denuncie eventuais descumprimentos: (87) 9.8835-0442





Saiba mais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.