Polícia investiga se pernambucana foi morta a mando de integrante do PCC, em Araripina





Jovem assassinada na madrugada deste sábado era ex-namorada de traficante preso em Petrolina, apontado como integrante da facção criminosa paulistana.


Uma mulher de apenas 20 anos foi morta a tiros na madrugada deste sábado (19), no município de Araripina, no sertão do estado. Lígia dos Santos Alencar saía de uma festa, num clube da cidade, quando, por volta das 4h, decidiu parar na Praça Frei Albino, no centro da cidade, e acabou surpreendida por dois homens que se aproximaram numa moto, um deles, já disparando contra a vítima. A jovem foi atingida na cabeça e no tórax e morreu na hora.

 A polícia ainda não tem pistas da motivação do crime, mas uma das linhas de investigação deve seguir pelo fato de Lígia ser ex-namorada de traficante, atualmente recluso no Presídio Edvaldo Gomes, em Petrolina, acusado de envolvimento com o grupo de crime organizado de São Paulo PCC (Primeiro Comando da Capital). O caso será investigado pela delegacia de homicídios do município.
Fonte: Diário de Pernambuco

Publicado por Cidade de Araripina Pernambuco

Sobre

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.