A Polícia Federal concluiu, na última quarta-feira, a Operação Expurgo II, que erradicou plantios de maconha no Sertão pernambucano. No saldo da operação, mais de 180 mil pés de maconha foram erradicados. Pelas contas do órgão, mais de 60 toneladas da planta deixaram de ser produzidas. Foram destruídas, ainda, 241 mil mudas e 257kg de maconha pronta para o consumo.

A operação contou com um efetivo 50 policiais, entre federais e militares do Corpo de Bombeiros. Os policias trabalharam com incursões terrestres, aéreas e fluviais contando com o apoio de uma aeronave da Coordenadoria Integrada de Ações Aéreas (CIOPAER), do estado do Ceará.

Nesta ação foram alcançados os municípios de Orocó, Cabrobó, Santa Maria da Bela Vista, Belém do São Francisco, Carnaubeira da Penha, Floresta, Betânia, Manari e Ilhas do São Francisco, todos em Pernambuco. Com esta nova fase da Operação Expurgo, a Polícia Federal contabiliza 458 mil pés de maconha erradicados, 150 toneladas de maconha sem ser produzidas e 120 plantios destruídos. Cerca de 345 quilos de maconha foram apreendidos.

Durante o ano a Polícia Federal realiza entre 3 a 4 operações de erradicação de maconha, o que faz a oferta da droga diminuir significativamente na capital pernambucana bem como no Agreste e no Sertão. O ciclo produtivo da cannabis é acompanhado de perto por policiais federais e quando vai se aproximando o período da colheita novas ações são realizadas coibindo assim a secagem e a consequente introdução no mercado consumidor.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.