O compósito Pernambucano Hugo Durães, juntamente com a Banda Boa Nova Ventura, lançam seu primeiro disco esse mês, o EP Abstracto, que contempla seis composições originais, composto ao longo da vida do cantor.

Idealizada pelo compositor pernambucano Hugo Durães, a banda Boa Nova Ventura acaba de lançar, virtualmente, o primeiro disco de carreira, Abstracto. Gravado em diversos estúdios do Recife durante dois anos, o álbum sintetiza uma gama de complexos significados e conta com produção de Rafael Borges e Roberto Kramer. Um dos destaque do álbum ainda é a masterização do norte-americano Roger Siebel, que já trabalhou com bandas como o The Cardigans.

Embora sonoramente o disco trilhe um caminho equilibrado, onde cada elemento presente nas composições consegue encontrar o espaço adequado, a poesia é algo evidente em toda a obra.  Uma reverência ao pleno estado de espírito atribuído ao sonho (Tantos mundos de imaginação/Tão eternos quanto os que não são/Então o desejo realiza/Por toda essa vida/Uma eterna tentativa/Apenas pra sonhar; de Sonho sem fim), ou a contemplação da passagem do tempo através do nascer e pôr do sol (Dá-se da janela do meu quarto/ Nasce mais uma vida num retrato; de Vem) são temas que ajudam a compreender o lirismo de Abstracto.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.