Semana Santa

A Semana Santa é uma tradição religiosa católica que celebra a Paixão, a Morte e a ressurreição de Jesus Cristo. Ela se inicia no Domingo de Ramos, que relembra a entrada triunfal de Jesus em Jerusalém  e termina com a ressurreição de Jesus, que ocorre no domingo de Páscoa.

Varias Regiões ainda tem na sua cultura a Festa dos Caretas, é uma das mais antigas e importantes manifestações folclóricas. Os caretas são homens vestidos a caráter com máscaras , chicotes, chocalhos e partes do corpo pintado para dificultar o reconhecimento, são pessoas que perambulam, em busca de esmolas, após os três dias de “pidição” pedidos de todos os tipos e modelos. Eles, os caretas recebem de tudo desde milho verde, galinha, rapadura, sapatos velhos, chapéus e demais presentes típicos do nosso povo Nordestino.

Na culinária  o peixe reina em inúmeras receitas elaboradas especialmente para o período da semana santa. A variedade de pescados típicos do litoral brasileiro estimula o seu preparo nas mais diversas formas. Os ingredientes locais, herança das culturas étnicas – portuguesa, hispânica, africana e ameríndia –, são responsáveis pela adequação dos alimentos do período pascal ao paladar de cada região. Neles são acrescentados condimentos africanos, indígenas, muito de adaptação do povo brasileiro aos costumes portugueses – azeite, vinhos e bacalhau –, temperos e iguarias.

Confira uma Receita para fazer na Semana Santa.

Fritada de bacalhau

Ingredientes da massa

  • 1 quilo de bacalhau
  • ½ xícara de azeite extravirgem
  • 5 dentes de alho amassados
  • 2 cebolas picadas em cubos
  • 5 batatas cozidas em cubos
  • 3 tomates picados sem sementes
  • Molho de pimenta a gosto
  • 1 lata de palmito picado
  • 1 lata de ervilhas
  • 1 vidro de azeitonas verdes picadas
  • 2 ovos batidos

 

Modo de fazer

Deixe o bacalhau de molho por 24 horas na geladeira, trocando a água várias vezes. Retire, desfie e deixe secar num escorredor.

Cozinhe as batatas com a água do bacalhau. Reserve.

Pique todos os ingredientes antes de iniciar a fritada.

Coloque em uma panela o azeite, refogue ligeiramente o alho e a cebola.

Acrescente o bacalhau desfiado e refogue mais um pouco. Tempere com o molho de pimenta. Adicione as batatas cozidas e os tomates.

Coloque o palmito, as ervilhas e as azeitonas.

Desligue o fogo e misture os 2 ovos batidos. Coloque em um refratário untado com azeite.

Cobertura

Bata na batedeira 3 claras em neve, e acrescente as 3 gemas. Coloque por cima da massa. Enfeite com rodelas de cebolas e leve ao forno baixo até escurecer os ovos batidos.

Acompanhe com arroz branco.

FRITADA_DE_BACALHAU

Padre Malan convida a população a vivenciar Semana Santa

Esteve na manhã de hoje (1º), em uma rádio local, o pároco da cidade de Araripina, no Sertão de Pernambuco, Padre Domingos Malan. O mesmo falou do significado da Semana Santa, da vivencia durante esses dias de oração, unção, comunhão e muita humildade para com o próximo; como todo cristão. A Semana Santa é dividida em vários momentos e com sentidos profundos e únicos; ela vem como um momento de renovação da fé cristã para todos os cristãos.

Na programação católica para a Semana Santa, o Padre Malan Falou sobre a Missa dos Enfermos, que acontece na tarde de hoje às 15:00 horas que é um levante as pessoas doentes, idosas e com qualquer necessidade especial que desejam ouvir a palavra direcionada especialmente para esse público. Mais tarde ainda na Quarta-Feira de Trevas, acontece a Procissão dos Encontros, onde homens e mulheres se dividem e se encontram para celebrar as 7 Dores de Nossa Senhora. Na Procissão, os homens estarão levando em cortejo Bom Jesus dos Passos e as mulheres Nossa Senhora das Dores.

Amanhã (2), Quinta-Feira Santa é o dia da Celebração da Santa Ceia, da Lavação de Pés e instituição da Eucaristia formando um círculo reflexivo que precisa ser visto e entender o que Jesus Cristo estava transmitindo com toda essas ações que pontuam momentos importantes dentro da Semana Santa. E na Sexta-Feira da Paixão (3), é aconselhado e indicado que os fiéis façam penitencia num ato de negação aos prazeres carnais, pois foi nesse dia que Jesus Cristo morreu. O Sábado de Aleluia também é um momento de reflexão e por fim, o Domingo de Páscoa, que é o dia em que Jesus Ressuscitou que tem essa leitura vislumbrada do renascimento, do recomeço na vida de todo cristão.

Ouça toda a entrevista do Padre Malan no link abaixo: