Araripina é derrotado em casa e amarga sua estréia

De um lado, equipe sem reservas e goleiro tirando onda de atacante, do outro, um time com jogadores irregulares. Foi assim a estreia do Araripina e do Petrolina, no Chapadão do Araripe, pela Série A-2 do Campeonato Pernambucano. Enquanto o técnico do Bode, Cleibson Ferreira optou por colocar em campo apenas os jogadores com nomes divulgados no Boletim Informativo Diário – BID – da Confederação Brasileira de Futebol – CBF, o que dá condições regulares de jogo, o treinador da Fera Sertaneja, Neco, colocou em campo jogadores que não tiveram os nomes divulgados. Se fora de campo o jogo já tinha movimentação, dentro não foi diferente. Com virada no placar, o Petrolina venceu a partida por 3 a 1.

O Araripina chamou atenção pelo banco de reservas vazio e pelo goleiro Romero jogando como atacante. Tudo porque a equipe só tinha onze jogadores regulares no BID, sendo dois deles, arqueiros. Mas foi justamente o goleiro-atacante que abriu o placar logo aos cinco minutos de jogo. Coincidentemente, o primeiro jogo da competição em 2014 foi entre as duas equipes e na ocasião, Diego, goleiro do Petrolina foi quem marcou o seu. Mas a alegria dos donos da casa foi logo interrompida pela Fera Sertaneja. Após cobrança de escanteio, aos 27 minutos, Jeferson Petrolina cabeceou e empatou o jogo. No minuto seguinte, foi a vez de Felipe Mateus aproveitar lançamento pela esquerda e cabecear para o gol. Placar de 2 a 1 para o Petrolina.

No segundo tempo, o Bode voltou a campo desfalcado. Yuri que estava sentindo a perna ficou de fora. A fera Sertaneja aproveitou para administrar o jogo. Mas quando Gabriel foi expulso, aos 28 minutos e o Araripina ficou com apenas nove jogadores, o Petrolina passou a pressionar os donos da casa. A insistência teve resultado novamente aos 34 minutos, quando Ícaro, que entrou no lugar de Felipe Mateus, marcou o seu. Nesta altura do jogo, a torcida do Araripina já deixava o estádio. Mesmo com a frustração nas arquibancadas, quem não desistiu do time foi Yuri, que mesmo contundido voltou ao gramado para ajudar o Araripina. Mas o esforço não adiantou e o jogo acabou mesmo em 3 a 1 para o Petrolina.

Na próxima rodada, no domingo, o Araripina recebe a equipe de Afogados da Ingazeira no Chapadão do Araripe, às 16 horas. Já o Petrolina recebe o Serrano no Paulo Coelho.

Fonte: G1.globo.com

Araripina lança seus novos uniformes

Quinta-feira o Araripina estreia no Campeonato Pernambucano Série A-2 contra o Petrolina, às 20h, no Estádio Chapadão do Araripe. Além de saber o dia, hora, local e adversário da equipe, o torcedor do Bode também já sabe qual será a roupa do time na largada da competição. Com o tradicionais azul, amarelo e branco, o clube lançou seus novos uniformes.

O que mais chamou a atenção no lançamento foi o novo escudo do clube. Proposta do ex-presidente Ted Eduardo Alencar, o bode, mascote da equipe, que antes tinha espaço de destaque, deixou de ser protagonista. O animal continua no distintivo, porém de forma mais discreta, na parte superior do lado direito. Mesmo com essa mudança, o atual presidente Walmy Bezerra acredita que a mística em cima do símbolo do clube vai continuar existindo.

– O Bode é o azul, amarelo e branco, o Tricolor, o Bode do Araripe. Essa tradição não pode ser perdida. Hoje (domingo) eu tive gente de Curitiba querendo comprar a camisa para levar pra lá. Muitas vezes eu até brinco, que a camisa do Bode vende mais para fora do que aqui na cidade. Por conta da curiosidade, do símbolo do Bode, as pessoas que moram em outras cidades gostam muito de comprar a camisa.

Com o novo uniforme devidamente apresentado, Walmy Bezerra espera contar com o apoio do torcedor, que já pode adquirir o produto. Segundo o presidente, a venda das camisas ajudará no reforço do elenco durante a Série A-2.

– Os uniformes já estão sendo vendidos a R$ 80,00. Agora é pedir ao torcedor para comprar os uniformes, para que a gente possa ter uma boa venda nas camisas, podendo ter recursos para montar um time forte, reforçando essa equipe para que possamos fazer uma grande competição. – afirma Walmy Bezerra.

Fonte: G1.globo.com

Queremos fazer uma grande competição!, anunciou Valmir Bezerra à campanha do Bode

Na manhã de hoje (17), o atual presidente do Bode do Araripe, Valmir Bezerra, juntamente com seu vice-presidente, Boba Sampaio, fizeram-se presente em uma rádio local para falar das várias dificuldades que o clube tem enfrentado e dos perrengues vivenciado pelo mesmo em conseguir vivenciar o Campeonato Pernambucano na segunda divisão. Na oportunidade, foi falado também da reforma que o Estádio precisa sofrer para estar recebendo futuras partidas oficiais do torneio.

O atual presidente, que reassumiu o cargo após Ted Eduardo anunciar sua saída do posto dias atrás utilizando de uma rede social, falou que muito precisa ser feito e que muito será feito, uma vez que o time entrou no campeonato já com atraso e que alguns jogadores ainda precisam ter sua atual situação regulamentada; num processo que requer custos financeiros ao time que infelizmente não anda tão bem das pernas. Inclusive, falou-se de uma campanha que tem circulado na internet onde o próprio time abre as portas a empresários interessados em adotar um jogador e está realizando os devidos pagamentos dos vencimentos desse, custeando suas despesas.

Oportunamente, convocou a população a participar dos eventos que serão promovidos pelo Araripina Futebol Clube como meio de angariar fundos para melhorar a situação na atual administração através de um bingo e uma noite festiva, que acontecerá no próximo domingo (23); no mesmo dia haverá também um amistoso entre duas equipes já abrindo os trabalho e incentivando a participação das torcidas a se fazerem presentes. Aos interessados, o ingresso da partida custará R$ 20,00, dando direito a entrar no estádio e na festa, numa prática casadinha de ambos os eventos.

Participe!

https://www.youtube.com/watch?v=43XbUmtJumU&feature=youtu.be

 

Cavalete x Morais se enfrentam na grande final da Copa Araripinense de Futebol hoje (14)

Esteve na manhã de hoje (14), o Secretário de Esportes do Município de Araripina, Luiz Brás da Penha, para falar sobre a Copa Araripinense de Futebol Amador que chega a sua reta final na noite de hoje, com uma sequência de partidas que finalizam então a Copa Amadora que movimentou o município e todos os distritos acoplados que se fizeram valer nesse grandioso evento esportivo.

O secretário falou do sucesso do evento e de antemão avisou que o gestor municipal vai lhe deu carta branca para estar, no seguinte ano, realizando uma nova disputa esportiva no município; uma vez que a prefeitura de Araripina, no sertão de Pernambuco, viu o quão importante o evento foi e tem sido para a cidade, que se movimentou e se agitou com as várias partidas e agora, se prepara, para viver as emoções dos entraves finais que acontecem na noite de hoje.

Das 64 equipes envolvidas, 4 chegaram a Final que acontece hoje! Apesar disso, o foco e a atenção é para duas equipes que disputam o maior lugar do pódio, Cavalete x Morais, que se enfrentam concorrendo a prêmios além de medalhas. Hoje, as 20h a grande final da Copa Araripinense de Futebol Amador Gilberto Modesto Coelho, Boré, acontece no Estádio Chapadão do Araripe contando com duas equipes que estão animadas e eufóricas para realizar uma partida grandiosa!!!

Faça-se presente nesse incentivo ao esporte amador Araripinense!

https://www.youtube.com/watch?v=XoXnYnZZLXM&feature=youtu.be

Ted Alencar renuncia ao cargo de Presidente do Araripina

bode araripe
Reprodução: Nota publicada no Facebook por Ted Alencar.

Aguardando o início do Campeonato Pernambucano Série A2, o torcedor do Araripina tem mais uma notícia extracampo. No início da tarde de ontem (04), o presidente do clube, Ted Eduardo Alencar, através do seu perfil no Facebook, anunciou a renúncia ao cargo. De acordo com a publicação, a saída foi motivada pela falta de tempo. A nota também diz que o comando do Bode volta a ser exercido por Walmyr Bezerra, antecessor do atual presidente.

Eleito pelo conselho Deliberativo do Araripina em novembro do ano passado, Ted assumiu o clube tendo como principal missão garantir o retorno do Bode à Série A. Com mandado de dois anos, ele enfrentoualgumas polêmicas, logo nos primeiros meses de gestão. Uma das primeiras medidas de Ted Alencar à frente do Araripina foi propor a mudança do escudo do time. De acordo com o presidente, a ideia era modernizar a marca do clube. Na proposta, quem perdeu espaço no distintivo foi o Bode, tradicional mascote da equipe. Com escudo novo, o presidente passou a planejar a montagem do time para a Série A2.

As primeiras medidas foram contratar o técnico Cleibson Ferreira e definir a folha salarial da equipe. Quando tudo parecia encaminhado, inclusive com a contratação de alguns jogadores, o clube sofreu alguns bloqueios judicias e chegou a anunciar que estaria fora do Pernambucano. No entanto, esses problemas foram contornados pela administração do Araripina. Tanto que a equipe começou a treinar na última segunda-feira.