Roseilton Oliveira propõe aproximação da população e modernização da Câmara Municipal

A pouco mais de 60 dias à frente da presidência da câmara de vereadores de Araripina, o vereador Roseilton Oliveira, iniciou uma agenda propositiva visando ampliar a divulgação e a transparência dos trabalhos legislativos. Em sua primeira gestão como presidente e no segundo mandato de vereador, Roseilton Oliveira tem buscado formas de melhorar a comunicação com a população e buscado ferramentas para facilitar a transparência das ações dos vereadores. Diante de uma pandemia e da limitação de público no acompanhamento dos trabalhos o parlamentar planeja uma reformulação da comunicação da casa legislativa para levar informação em tempo real para a população de Araripina.

Veja a seguir as ações em curso para melhorar a comunicação e disseminar as ações do poder legislativo em Araripina:


Adesão a rede legislativa de rádio e TV: Visando ampliar a comunicação com a população a câmara municipal manifestou interesse em aderir a rede legislativa de rádio da câmara dos deputados por meio de um termo de cooperação técnica. A Rede Legislativa de Rádio permite que a população participe diretamente do processo de elaboração de leis e acompanhe as decisões tomadas na Câmara Municipal.


– Implantação de painel de votação on-line: Instalação de painel eletrônico de votação com integração em televisão e transmissão online para o site oficial da câmara e redes sociais além da possibilidade de votação pelos vereadores via celular.


Reformulação do site: Buscando uma linguagem mais acessível e um layout mais atrativo o site da câmara municipal está sendo totalmente reformulado e atualizado para garantir informação atualizada ao cidadão acerca das atividades legislativas, projetos em andamento, fiscalização do executivo, entre outros.


Ampliação do uso das redes sociais: A equipe de comunicação da casa Joaquim Pereira Lima tem intensificado a atualização das redes sociais e investido na divulgação das ações do legislativo. Com presença no Instagram, Facebook e YouTube, o poder legislativo de Araripina tem marcado presença constante em suas redes.


Reativação da ouvidoria: Instituída na gestão ex-vereador e atual vice-prefeito Evilásio Matheus, a ouvidoria é uma ferramenta disponível ao cidadão, para encaminhamento de solicitações, reclamações elogios e sugestões ao poder legislativo municipal. Ainda pouco utilizada, o canal recebe as demandas por meio de um link disponível no site oficial da câmara e a partir disto é encaminhada para processamento pelos servidores e respostas ao demandante.


Segundo o presidente Roseilton Oliveira, uma das marcas de sua gestão a frente do legislativo será o investimento na modernização da câmara e a aproximação da população. “Com humildade e respeito ao povo, iremos trabalhar durante nosso mandato para aproximar a câmara de vereadores da população. Mesmo em meio as limitações orçamentárias, estamos trabalhando incansavelmente por uma Araripina melhor”, destacou o vereador.

Entrega de Títulos de Cidadania Araripinense acontece na Câmara de Vereadores

Comumente realizada nas quarta-feira, essa semana acontecerá em caráter especial a sessão da Casa Joaquim Pereira Lima na quinta-feira (10). A Sessão, que servirá de momento de grande importância aos presentes, deve se estender com a entrega de títulos de cidadão araripinense a 24 nomes que se destacaram no município ao longo de sua História, seja antigamente ou nos dias de hoje.

Dentre os nomes que deverão ser outorgados com o Título de Cidadão Araripinense, estão a atual Primeira-Dama e Assessora do Governo do Estado de Pernambuco, Roberta Arraes, que deverá receber das mãos do Presidente da Câmara, Luciano Capitão, na noite de hoje (10), na Casa Joaquim Pereira Lima.

Outro nome forte que estará recebendo o Título de Cidadão Araripinense é o da juíza Carla Janaina, esposa do atual Vice-Prefeito, Valmir Filho; Carla tem feito um excelente trabalho no Ministério Público e foi responsável por uma ação contra a prática do trabalho infantil no município de Araripina, no Sertão do Pernambuco.

Muitos outros nomes de simbólica importância a História do município estarão recebendo seus Títulos nessa noite a partir das 19h na Casa Joaquim Pereira Lima, onde deve acontecer a solenidade.

Câmara Municipal de Araripina lança site colaborativo

O Presidente Luciano Capitão desejava um site em que todos os vereadores pudessem participar democraticamente, para isso solicitou um sistema no site oficial da Câmara Municipal que permitisse autonomia para os vereadores postassem fotos e artigos dos seus trabalhos diretamente.

Atendendo ao desejo do Presidente Luciano Capitão, foi feito um sistema em prazo recorde de três semanas, e que pode ser conferido em http://www.camaradeararipina.com.br , além da democratização da informação, o web site oficial da Câmara Municipal conta com um novo sistema de busca na Lei Orgânica do Munícipio e no Regimento Interno da Casa Joaquim Pereira Lima.

A integração com as redes sociais é o principal canal de comunicação com a população, onde publicamos todos os documentos de interesse público e o áudio gravado das sessões semanais da plenária Antônio Braz Sobrinho, acesse também https://www.facebook.com/CamaradeAraripina

E quando precisar falar com a Câmara, não hesite em escrever para [email protected]

ENTREVISTA COM VEREADOR LUCIANO CAPITÃO

Por quê você se tornou vereador?

Luciano Capitão:  Foi a questão de ver a dificuldade das pessoas que chegavam na sede dessa cidade e não eram bem recebidos, não tinham um atendimento adequado e  também para tentar melhorar o desenvolvimento e o crescimento do nosso município. Nós queremos uma maneira de tentar um desenvolvimento maior para o nossa cidade porque um município do tamanho e porte que Araripina tem já não cabe mais um amador pra governar . Nós precisamos de pessoas capacitadas para que possam ver com bons olhos o desenvolvimento, o bem estar e o crescimento de Araripina.

Qual partido você representa?

Luciano Capitão: Eu sou do PSL (Partido Social Liberal). Hoje tenho orgulho de ser o presidente do partido aqui em Araripina e quero aproveitar para informar que o partido está aberto a filiações. Qualquer pessoa que tenha o compromisso com Araripina pode se filiar ao partido. Não pessoas que pensam em dinheiro e em se beneficiar mas sim, pessoas sérias que pensam no desenvolvimento de nossa cidade.

Estrutura da Câmara

Luciano Capitão: O vereador ganha uma média de R$4.950,00 do salário básico isso com o desconto fica R$4.034,00. Temos 2 assessorias pra ajudar nessas visitas e passar informações pra gente, pra que possamos fazer um trabalho melhor. São 10 vereadores. Eu vejo 10 vereadores que trabalham, que sempre trazem proposições aquela casa que vem a melhorar o nosso município como também na questão de fiscalizar, que a questão da fiscalização tem alguns vereadores que fazem parte da bancada do governo e tem outros que são da oposição que essas essas pessoas da oposição se preocupam mais com a questão da fiscalização que eu acho errado, eu não acho certo. Nós como vereadores não só de Araripina mas de todo Brasil deveria primeiramente fazer seu papel de vereador, fazer o seu papel que é um papel de trazer proposições, de legislar, fazer leis e fiscalizar o dinheiro público. Só assim eu vejo uma maneira de melhorar o nosso país o nosso município através de fiscalização.

Acesso a informação

Luciano Capitão: Hoje nós temos várias maneira de acessar informações. Tem o site da câmara www.camaradeararipina.com.br , que você encontrará além da lei orgânica do nosso município, o regimento interno que é uma maneira de acompanhar o trabalho dos vereadores, onde lá também clicando no link vereadores você vai saber qual o trabalho que cada vereador vem fazendo.

De qual comissão você faz parte?

Luciano Capitão: Eu faço parte da comissão de agricultura e tenho um grande problema por quê o executivo não manda esses projetos para lá pra que a gente analise e veja o que arrecadar para o nosso município. N´os queremos que seja enviado não pra impedir mas    sim pra buscar uma maneira de fazer mais e melhor pelo povo e pelo nosso município.

Transparência e Fiscalização

Luciano Capitão: Graças a Deus e a transparência do governo federal, nós podemos acompanhar tudo de perto. Hoje eu estou igual a um cidadão comum acompanhando de acordo com o que o governo federal encaminha ao nosso município. Nós temos o site do Banco do Brasil  onde qualquer cidadão pode ver o dinheiro que entra no orçamento, temos o site da secretaria de fazenda do nosso estado que é outro meio de vermos como o dinheiro é arrecadado, o site da transparência Brasil que é outro meio de informação. Mas tem questão da transparência municipal. Essa transparência está muito complicada porque eu a nove meses como vereador do município de Araripina, apesar de enviar vários requerimentos pedindo para o prefeito mandar como está sendo investido o recurso público, não estou tendo reposta. Nós estamos aqui para ajudar a melhorar Araripina. Se e prefeitura mandasse essas receitas pra gente, nós analisaríamos juntos e seria muito mais  fácil decidir o que seria melhor para nossa cidade. Por exemplo; se tem uma empresa que pode fazer 10 metros de calçamento por uma certa quantia de dinheiro, a gente pode tentar uma outra que faça 15 metros. Isso é um meio de se juntar a prefeitura. Eu não sou contra os vereadores ter parceria com o poder executivo mas sim de maneira certa onde possa ajudar, opinar pra que as coisas aconteçam, que não é o que nós estamos vendo em Araripina. Precisamos de união pra poder ver isso, como os recursos públicos estão sendo investidos em nosso município, por que eu e todos os cidadãos tem direito.

Os projetos

Luciano Capitão: Graças a Deus entre os 3 vereadores eu sou o  que tem mais proposições, mais requerimentos. Quando entrei como candidato a vereador eu pregada que ao ser eleito  não iria me esconder e sim acompanhar minhas bases, estaríamos juntos, e nesses 9 meses eu venho acompanhando, fazendo um trabalho de estar sempre presente nessas comunidades e vendo quais as dificuldades nas localidades. Eu já venho trazendo uma média de 40 proposições. Por exemplo; estrada da zona rural, um PSF pra zona rural no Sítio Santana, que é uma região muito carente em relação a saúde. Venho pedindo escolas, aumento de escolas, calçamento aqui na sede tipo Alto da Boa Vista e mais alguns trechos aqui da rua.A questão da saúde a gente vem batalhando, pedindo algumas proposições para que venha a melhora a saúde de Araripina. No geral estamos fazendo  um trabalho muito bom, vendo as dificuldades que estão ocorrendo e mandando as proposições para o prefeito mas a gente fica triste por que, apesar de ter uma média de 40 proposições já aprovadas pelos demais colegas não tive resultado. Eu acho que hoje não tenho 20%  dessas proposições executadas e isso entristece um pouco por quê além de não termos uma resposta desse trabalho de requerimento na área de fiscalização ,como eu já passei anteriormente que  a nove meses   não sabemos como anda os recursos,  não temos nenhuma resposta e isso me entristece mas não é isso  que vai derrubar o vereador Luciano Capitão. Estou pronto também para algumas idéias que a comunidade tenha para me passar e a me informar. Nós não sabemos de tudo e precisamos que as pessoas tenham uma parceria para que a gente possa trabalhar melhor para o  desenvolvimento do nosso município.

Quero agradecer pela oportunidade dessa entrevista e a todos que  me acompanham pelo   meu email e pedir que me dêem  idéias para melhorar, de como melhorar  o bem estar do povo de Araripina, o desenvolvimento e o crescimento do nosso município, Meu email é [email protected] e o outro email é [email protected] . Quero agradecer a todos por essa oportunidade e que vamos nessa luta para que o nosso município a cada dia que passa cresça com o que merece e pelo seu desenvolvimento.

Câmara aprova criação de cadastro positivo de consumidores

A Câmara dos Deputados aprovou nesta terça-feira (12) a criação de um cadastro positivo de consumidores, banco de dados com o histórico de pagamentos de pessoas físicas que poderá ser consultado por bancos e lojas. O texto-base da proposta foi aprovado com 307 votos a favor, 79 contra e duas abstenções.

A idéia é que o cadastro amplie a oferta de crédito e reduza os custos para o consumidor. Mas a proposta gerou polêmica entre os parlamentares e levou várias sessões para ser votada. Nesta terça, o bloco PSB-PCdoB-PMN-PRB chegou a pedir a retirada do projeto da pauta de votação. Depois de um acordo de líderes, foi possível finalizar a análise da matéria.

Uma das mudanças feitas pelo relator, deputado Maurício Rands (PT-PE), foi a exclusão de dívidas relacionadas a contas de consumo, como água, luz, telefone e gás. A falta de pagamento dessas contas não resultará na retirada do nome do consumidor do cadastro.

O texto do relator já havia sido aprovado pela CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) da Casa em agosto de 2007, com algumas mudanças em relação ao projeto original (PL 836/03), apresentado pelo deputado Bernardo Ariston (PMDB-RJ).

Ainda estão sendo analisados destaques que podem alterar a proposta. Um deles já foi aprovado e retira do texto a gratuidade dos sistemas de consulta, por meio eletrônico ou por telefone, que os gestores de bancos de dados devem oferecer para informar se há ou não cadastro positivo sobre determinada pessoa.

* Com informações da Agência Câmara