Será que o Bode do Araripe disputará a segunda divisão do Pernambucano 2016?

Estamos na reta final do Campeonato Pernambucano Série A, e a contagem regressiva para Série A2 já começou.

A questão é: será que o Araripina Futebol Clube (Bode do Araripe) vai disputar a segunda divisão? Desde que o bode foi rebaixado, o torcedor – bodeiro – se prepara todo ano, para torcer pela volta do Bodão à primeira divisão, mas esse sonho sempre vai por água abaixo, já que o mais amado do Araripe tem enfrentado alguns percalços no caminho rumo a primeirona.

Em 2015, o Araripina Futebol Clube sofreu bloqueios judicias, por parte de jogadores, o que resultou na inviabilização da participação do clube na Série A2, entretanto, após uma reunião com o prefeito e alguns empresários da região, em que os mesmos apoiariam o clube financeiramente, o bode teve a sua participação confirmada mais uma vez, porém a saga não parou por aí, e o AFC teve outros problemas, cujas soluções não foram possíveis.

Este ano, já existem especulações a respeito da participação do Bode do Araripe na competição, e alguns analistas de plantão já estão observando com minúcia os possíveis times participantes do campeonato, porém, esses deixam claro que isso não é nada oficial, apenas uma análise.

De acordo com os especuladores, quem deve participar: Ypiranga, Ipojuca, Vera Cruz, Barreiros, Cabense, Petrolina, Afogados da Ingazeira, Olinda, Íbis e Timbaúba.

Quem TALVEZ participe: Decisão, Centro Limoeirense, Flamengo de Arcoverde e Afogadense

Quem NÃO deve participar: Araripina, Jaguar, Sete de Setembro e Ferroviário do Cabo.

Presidente do Araripina vai pedir a FPF que o PE Sub-23 comece em agosto

O Araripina continua no processo de montagem do elenco que vai participar do Campeonato Pernambucano Sub-23, competição que garante duas vagas na elite do futebol estadual. De acordo com o presidente Ted Alencar, o clube está apalavrado com doze atletas e o técnico Cleibson Ferreira segue viajando por cidades da região para observar outros jogadores.

– A montagem do nosso elenco já foi iniciada. O nosso técnico Cleibson Ferreira está em Santa Maria da Boa Vista, participando de uma seletiva realizada pelo Vitória da Bahia, fazendo algumas observações. Já estamos apalavrados com doze jogadores. No dia 17, ele (treinador) estará em Araripina, para que a gente possa fechar o elenco para o Sub-23 – conta Ted Alencar.

A apresentação do time ainda não foi definida. A data só será marcada após a oficialização do início do Sub-23. O presidente do Bode pretende pedir a Federação Pernambucana que o campeonato comece em agosto.

– Estamos esperando uma reunião que vai ter na Federação Pernambucana para definir o início da competição. A priori, foi colocado para o final de julho, mas nós vamos pedir para começar só em agosto, porque são três meses de campeonato, termina em novembro. E como em dezembro começa a Série A1, nós ficaríamos com o elenco montado, entrosado, para que não precisasse dispensar ninguém – explica.

Segundo Ted Alencar, os jogadores contatados são todos abaixo de 23 anos. A princípio, a folha salarial do clube será de R$ 30 mil, incluindo a comissão técnica. O presidente explica que os investimentos podem aumentar de acordo com o desempenho do time no Pernambucano.

– Quando chegar na fase decisiva, podemos procurar alguns reforços para que o time possa conquistar o objetivo, que é subir – destaca.

Fonte: G1.globo.com

Presidente do Araripina Futebol Clube fala dos projetos para 2015

O Ano de 2015 ainda está no comecinho mais a atual gestão do Araripina Futebol Clube está a todo vapor com muitos projetos. Na manhã de hoje, 14, tive a oportunidade de conversar com o seu atual presidente, o Senhor Ted Eduardo de Alencar, e na ocasião ele falou dos projetos que estão sendo desenvolvidos.

Primeiramente, o Presidente do Araripina está promovendo um Campeonato que servirá para escolher os possíveis futuros membros que irão compor o time titular; uma ideia ousada e que promete movimentar a cidade com partidas eletrizantes entre as equipes dos vários Municípios que compõem o Sertão do Araripe e municípios do Piauí, também.

Além do Campeonato, Ted Eduardo pretende conseguir uma sede fixa para o clube; e, a partir dessa sede criar uma loja onde serão vendidos produtos relacionados. Por fim, ele falou também sobre a polemica envolvendo a mudança do Escudo do Clube, que há alguns dias fervilhou nas redes sociais quando o mesmo postou uma foto falando sobre a possibilidade da mudança.

Confira na integra, a entrevista com o presidente do Araripina Futebol Clube, Ted Eduardo abaixo.

https://soundcloud.com/dyanngellys-baptista/entrevista-ted-eduardo

 

A difícil missão do novo prefeito de tirar Araripina da letargia.

A vitória de Alexandre Arraes à Prefeitura de Araripina não foi apenas o triunfo dos méritos do candidato do PSB nem a força política de Eduardo Campos. A vitória sufragada nas urnas foi também a vitória do protesto e da raiva do povo de Araripina à situação caótica administrativa em que está atolada a cidade. Município mais rico do Araripe pernambucano (porque existe o Araripe cearence também), Araripina desponta como uma cidade próspera e rica, tanto pela natureza que brota de sua terra quanto pela pujança de seu poder econômico. Porém, o município sertanejo parece que não tem sorte quando o assunto é gestores públicos.

Para não ser leviano e está apontando o dedo para os últimos mandatários do Executivo municipal, há muito tempo a cidade não tem um prefeito que honre a tradição de cidade mais rica da Região do Araripe. O povo de Araripina já está cansado de tantas falcatruas noticiadas pela Imprensa. Não aguenta mais a presença da Polícia Federal atrás de políticos malversadores do erário público. O povo se encheu das notícias de desmandos no município, de que a Controladoria Geral da União apontou que a merenda escolar foi desviada. De que os recursos da educação não foram aplicados como estatui a Constituição Federal. Não tolera mais notícias de que verbas federais se diluíram feito cibalena em copo de água e que o Tribunal de Contas da União enquadrou A ou B pelo desvio de recursos públicos. Do mesmo modo, a população está de saco cheio com notícias de que o TCE/PE conjuntamente como o MPPE estão na cidade fazendo devassas nas contas municipais.

De agora em diante, a população do município só espera que o próximo prefeito aperte o acelerador de sua gestão para devolver à cidade anos e anos perdidos com maus gestores que só pensam no seu próprio benefício e de seus clãs e deixaram a cidade entregue às baratas. Não sejamos hipócritas! O caos administrativo de Araripina não remonta a três anos, mas a longevos 30 anos!

O calçamento da cidade não pode ver chuva que se desmancha feito sorvete, porque só colocaram areia e esqueceram de misturar com cimento. Os sinais de trânsito só vivem queimados pondo em risco transeuntes e motoristas na cidade. A bagunça de motos, vans, ônibus escolares e demais transportes coletivos transformaram Araripina numa Torre de Babel. Ninguém respeita paradas proibidas e entradas de garagens particulares. Os foras-da-lei se acham no direito de constranger o cidadão de bem e ditar suas ordens. Carros de som de madrugada perturbam o sono de doentes nos hospitais e casas de saúde.

Arcoverde, porta do sertão de Pernambuco, menor do que Araripina, é, por exemplo, um modelo de gestão pública ordeira e que coloca ordem na casa. Sem muito estardalhaço, suas ruas são limpas e sem buracos, a iluminação pública é eficiente, os sinais de trânsito funcionam, avenidas perimetrais existem várias embelezando a cidade, câmeras de circuito de TV foram instaladas nas suas principais ruas para inibir a violência e a ação de meliantes e vândalos, a zona azul já está em pleno funcionamento com o que há de mais alta tecnologia para multar quem não respeita as leis de trânsito. E porquê em Araripina isso não ocorre? Porque, infelizmente, os gestores públicos que comandaram a cidade por muito tempo nunca pensaram no bem-estar da população, mas no seu próprio e de seus aliados.

Alexandre Arraes! Que em 01 de janeiro de 2013 sua administração abençoada por Deus represente o desenvolvimento de Araripina para que seja devolvida à cidade de mérito o título que sempre ostentou: a capital do Araripe. Boa sorte na sua difícil empreitada!!!

SANDRO MORAES
JORNALISTA

Centro comercial de Araripina sem semáforos é perigo para pedestres e motoristas

Várias ruas de Araripina são sinalizadas por semáforos. Mas, por incrível que pareça, no centro comercial da cidade que compreende o quadrilátero Caixa Econômica Federal/Igreja Universal do Reino de Deus, Banco do Brasil/Casas A Cearense, Bradesco/Secretaria da Fazenda de Pernambuco e Banco Santander/Igreja Católica não existe um único sinal eletrônico de trânsito. E por mais campanhas que as autoridades tenham feito e notícias tenham saído na Rede Globo de Televisão mostrando o caótico tráfego na cidade, que vai de obstrução de entrada e saída de garagens por abusados a estacionar em locais proibidos, não se mostrou a degradação que é a olhos vivos andar de automóvel no centro da cidade ou caminhar como transeunte. O perigo é constante como profissional e isentamente pôde-se se verificar in loco.

Numa simples observação de meio dia, pela parte de uma manhã, uma senhora idosa quase foi atropelada e um portador de necessidades especiais (cadeirante) passou mais de 25 minutos para poder atravessar uma das principais vias do centro, tudo documentado e filmado.

Ao lado da Caixa Econômica Federal é, sem dúvida, o ponto mais crítico tanto para motoristas quanto para pedestres. Jornalisticamente, de forma imparcial, observou-se que nesse ponto os riscos de acidente é de médio para alto.

No cruzamento onde hoje se instala um restaurante chinês, por trás do velho Clube Arca, quando baixava-se a filmadora uma moto em alta velocidade quase que colidiu com um carro particular, gerando um rápido bate-boca, não tendo maiores consequências tendo em vista a evasão do motociclista, que, também, não usava capacete.

Constate o leitor com seus próprios olhos a veracidade dos fatos e a bagunça que reina no trânsito no centro comercial de Araripina.

SANDRO MORAES
JORNALISTA PROFISSIONAL DIPLOMADO
1.584-DRT/PE
ADVOGADO
13.888-OAB/PE

Em face de ofensas descabidas, o Autor, mesmo não sendo proprietário do site, através da Lei de Direitos Autorais e da Lei de Imprensa, se reserva no direito de moderar os comentários sob pena de ação judicial:

1) O Uso de palavrão deve ser evitado e jamais será aceito se usado para ofender outro participante. Será usado de moderação;
2) Toda e qualquer atitude desagregadora deve ser comunicada aos moderadores do grupo;
3) Lembramos que não utilizamos o grupo para negócios ou outros fins, o grupo se destina apenas a debater ;
4) O Usuário será advertido se não cumprir com os itens acima. A decisão será tomada pelos administradores do Grupo
5) Não nos responsabilizamos por opiniões dos usuários nem pelo conteúdo dos seus posts, portanto, as opiniões aqui reportadas não expressam a opinião do Grupo .
6) Os Administradores reservam-se no direito de excluir quaisquer mensagens, sem prévio aviso, que julguem ofensivas ou inadequadas a quaisquer normas de conduta dos usuários.
7) Publicações com mesmo conteúdo serão removidas
8) Evitem o uso de letras em” caixa alta “