Descobri que amar também é superar os medos próprios pra ver o outro no controle, que é ser calmaria quando a paz não existir, que é estar no controle pra tentar controlar juntos qualquer situação.

Descobri que amar vai além e que ele é uma descoberta diária, portanto amanhã eu posso descobrir que eu te amo mais que hoje e assim sucessivamente.

O amor nos dá uma coragem explosiva que a gente nem sabe que tem, uma capacidade incontrolável de querer ver o outro bem independente de tudo que já ocorreu. Com o amor a gente descobre o que é arriscar a vida numa fuga entre razão e emoção, com ele a gente sente na pele e suporta o frio que o medo causa em que parece ser o frio do primeiro encontro. O amor nos faz descobri que a cada vez que a gente busca o abraço do outro é confortante quando se encaixa mesmo que de maneira torta e apertada, o que vale é estar entrelaçados na tentativa de aquecer um ao outro, do pé ao coração.

É, talvez amar vai ser sempre uma descoberta nova do quão nós somos capazes de ser por quem amamos.
#PO

Jales Taelyson

Publicado por Dyangellys Batista

Bibliotecário, Gamer, Geek e Baixinho!

Deixe um comentário

O que você achou disto?

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: