https://www.pexels.com/pt-br/foto/sortido-variado-classificado-brilhante-5727806/

O natal de 2020 será o mais diferente que a nossa geração já viveu. A pandemia mexeu com todos os aspectos de nossa vida e, na hora de confraternizar com os familiares e amigos no final do ano, as mudanças também serão sentidas.

A primeira diferença já pode ser notada por quem sai às ruas nas grandes cidades: o comércio está investindo mais em decoração, tentando estimular o “clima de natal”. É uma tentativa de aumentar as vendas mesmo em um período em que o grande destaque fica por conta do comércio online, que deverá ser predominante na compra de presentes deste ano. 

Outra grande mudança será nas próprias festas de Natal. Com a situação da pandemia se agravando novamente no estado, a tendência é que as reuniões sejam menores, sem grandes aglomerações. Isso deve alterar a formação dos encontros, com as ceias sendo realizadas apenas entre o núcleo familiar mais próximo. Ainda não sabemos se haverá alguma medida restritiva em Araripina, como as que já tivemos por aqui anteriormente. Mas, é importante que os cuidados partam de cada um de nós. 

Em sua coluna no portal especializado Saudável&Forte, a graduada em medicina Angélica Collado ressaltou que, mesmo que a saudade esteja grande, este não é o momento indicado para reunir a família inteira, principalmente nos casos em que há pessoas mais velhas, integrantes do grupo de risco: “A taxa de transmissão da doença no Brasil voltou a ficar acima de 1. Isso significa que cada pessoa contaminada poderá transmitir a COVID-19 para mais de uma pessoa, o que pode ser extremamente perigoso para famílias que convivem com idosos”. 

Se você é daqueles que sempre preferiu passar o Natal em grandes eventos, deverá sentir mais ainda os impactos da Covid-19. Em nosso estado, algumas das maiores festas tradicionalmente realizadas na data já foram canceladas. Municípios como Caruaru, Petrolina e Tamandaré já informaram a população sobre a suspensão da programação natalina oficial. 

Para as crianças, fica ainda mais difícil manter a magia do Natal em tempos pandêmicos, já que o Papai Noel será figura rara em Pernambuco este ano. No entanto, alguns bons velhinhos resolveram inovar e estão oferecendo vídeo-chamadas para conversar com os pequenos – aproveitando para conseguir uma renda extra durante a crise financeira.

Até os presentes do Natal de 2020 serão diferentes. A expectativa é que a impossibilidade de demonstrar o afeto fisicamente acabe se convertendo em presentes mais personalizados e com um toque humano, como os itens artesanais. Por isso, é bem provável que as roupas e os calçados sejam substituídos por itens originais e surpreendentes neste ano. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.