O PRIMEIRO MORADOR DE ARARIPINA

O PRIMEIRO MORADOR…

Já em Setenta e Sete
Mil, Oitocentos também
A fazenda foi vendida
O preço não sei, porém,
O nome do comprador
Foi um Cearense de bem.

O seu nome: Daniel
Rodrigues Nogueira entrou
Pra história do lugar
Porque decisão tomou
De adquirir as terras
Seu sonho realizou.

Foi ele o quarto dono
E o primeiro morador
Do sítio que com o tempo
Mudaria seu valor,
Daniel Rodrigues tinha
Alma de empreendedor.

Daniel era Cearense,
Se fixou nesse lugar
Junto com sua família
Viu o local prosperar,
Talvez nunca imaginou
Ver a cidade que aí estar.

Ao redor de São Gonçalo
Na época, já habitada;
Outras fazendas e sítios
Por uma turma ocupada,
Mas foi a de São Gonçalo
A que mais foi povoada.

Literatura de Cordel

Trecho do livro inédito ” ARARIPINA EM CORDEL” de Cacá Lopes

O PRIMEIRO MORADOR…

Já em Setenta e Sete
Mil, Oitocentos também
A fazenda foi vendida
O preço não sei, porém,
O nome do comprador
Foi um Cearense de bem.

O seu nome: Daniel
Rodrigues Nogueira entrou
Pra história do lugar
Porque decisão tomou
De adquirir as terras
Seu sonho realizou.

Foi ele o quarto dono
E o primeiro morador
Do sítio que com o tempo
Mudaria seu valor,
Daniel Rodrigues tinha
Alma de empreendedor.

Daniel era Cearense,
Se fixou nesse lugar
Junto com sua família
Viu o local prosperar,
Talvez nunca imaginou
Ver a cidade que aí estar.

Ao redor de São Gonçalo
Na época, já habitada;
Outras fazendas e sítios
Por uma turma ocupada,
Mas foi a de São Gonçalo
A que mais foi povoada.

Publicado por Cacá Lopes

Sou cantor e compositor profissional, além de poeta popular. Trabalho com música e cordel.Nasci em Araripina-PE, no sopé da chapada do Araripe, região encantada que deu a humanidade Patativa do Assaré e Luiz Gonzaga, referenciais sempre presentes em minha arte.

Participe da discussão

3 comentários

  1. Puta que pario, meu fi, procure um professor de Português, que ta ruim mesmo de ler essa Notícia, hauhauhuahuah

  2. Caro Shurupita! O Texto foi escrito em Literatura de Cordel, que é a poesia rimada e metrificada. Por ser apenas algumas estrofes em Cordel, fica difícil entender o conteúdo do artigo que não passou por um revisor, daí alguns erros de português.

Deixe um comentário

O que você achou disto?

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: