O Araripe no caminho das águas


DSC_0029
Ontem (5), Araripina viveu um grande e decisivo evento quanto ao projeto que tem como objetivo canalizar águas para o alto sertão da Bahia e Pernambuco, captadas a partir do Rio São Francisco.
A iniciativa foi do presidente do Consórcio Intermunicipal do Sertão do Araripe, prefeito Alexandre Arraes, a palestra com o tema: A realidade do Canal do Sertão foi proferida pelo ex-ministro da integração nacional, Fernando Bezerra Coelho.
Destacou que o projeto foi elaborado há mais de vinte anos, mas que em todo este tempo não foi tratado como prioridade pelo governo federal, sempre sob alegação que faltavam recursos, assim resumindo: “Tínhamos o projeto e a água, mas faltava a ação política” e que a partir da sua chegada ao Ministério conseguiu incluir no Programa de Aceleração do Crescimento – PAC 2.
O projeto que cria um caminho para as águas do Rio São Francisco chegarem aos lugares secos do sertão nordestino, castigados pela irregular distribuição das chuvas, promoverá a geração de emprego e rendas, uma vez que o objetivo primeiro é a irrigação para plantio das diversas culturas, respeitadas as vocações de cada região.
Fernando Bezerra Coelho mostrou grande conhecimento da causa, apresentando desde a concepção do projeto até a ampliação das áreas, por conta da redução dos custos para a execução, simplificada nos números seguintes: quando idealizado o projeto irrigaria uma área de 73 mil hectares, a partir de novo estudo feito pelo CODEVASF esta área chegaria a 100 mil hectares.
Fernando foi também corajoso, disse que estava abrindo o debate com a convicção e o conhecimento de quem sempre tratou da seca no sertão, lutando por vários projetos, sendo chamado inclusive de o “Rei das Cisternas”.
Demonstrou refino político quando disse entender que os senadores que nunca falaram em irrigação se apresentam agora como interessados na redenção do Araripe, movidos apenas por questões eleitorais, sem promover nenhuma polêmica, atuando como palestrante e com a missão de esclarecer “A água chegará em todo sertão, quem tá mais próximo recebe logo, os mais distantes logo em seguida”.
Destacou a capacidade de articulação do povo araripeano, representado pelo consorcio do Araripe, pela Associação dos Vereadores e por todos os segmentos da sociedade organizada, encantado com a plateia formada por líderes políticos, sindicais, empresariais, educacionais, estudantis, representantes das ONG’s e por fim conclamou para que esta força permaneça no acompanhamento da execução deste e outros projetos que visem o desenvolvimento desta importante região.
O prefeito Alexandre Arraes, na condição de anfitrião, agendou para janeiro com todos os presentes, notadamente os oito prefeitos da região, um novo encontro desta feita na cidade de Ouricuri, oportunidade que será avaliado os trabalhos até lá desenvolvidos, finalizou com o seguinte pedido “ministro contamos e precisamos do seu apoio nesta luta.”.
ASCOM-PMA Créditos fotográficos: Fabiano Alencar

Deixe um comentário