MPPE reúne OTL, Flamac, Compesa e Secretaria de Infraestrutura para deliberar sobre obras em andamento no município

O Ministério Público do Estado de Pernambuco através da 1ª Promotoria de Justiça de Araripina reuniu na tarde de ontem (27) representantes das construtoras OTL e Flamac, da Compesa e da Prefeitura de Araripina para deliberar a respeito das obras em andamento no município.

Na reunião a Promotora de Justiça, Vanessa Cavalcanti de Araújo juntamente com os representantes conversaram sobre as obras de saneamento que as duas construtores executam atualmente. Por conta das constantes reclamações da população as empresas se comprometeram perante o MPPE a manter dialogo semanal para minimizar os transtornos causados.

Estas reuniões semanais acontecerão junto com a Prefeitura Municipal, através da Secretaria de Infraestrutura e com a Compesa e serão fundamentais para que as responsáveis interajam entre si com relação à execução das obras. Além das reuniões semanais a OTL se comprometeu a liberar as vias tão logo seja realizada a interligação das redes de água, recolhendo inclusive as pedras de calçamento.

Já a Flamac terá de liberar a via assim que seja assentada a rede de esgoto, recolhendo também as pedras de calçamento. A Secretaria de Infraestrutura terá de disponibilizar um servidor municipal para auxiliar a assistente social da CODEVASF para dialogar com a sociedade a respeito dos benefícios das obras executadas pela Flamac. E a Compesa comprometeu-se a disponibilizar um empregado para informar à Flamac o local das redes distribuidoras de águas.

Com estas medidas o MPPE quer assegurar que as obras causem o menor transtorno possível aos habitantes. “Esta reunião foi fundamental para alinharmos as ações para o prosseguimento das obras. Agora com os compromissos assumidos entendemos que haverá mais diálogo entre os responsáveis e consequentemente menos transtornos para a população”, destacou a Promotora Vanessa Cavalcanti.

Concurso AEDA – O MPPE recomendou na tarde de ontem que a Autarquia Educacional do Araripe suspenda imediatamente a execução do concurso público de Edital nº 001/2012. De acordo com a Promotora Vanessa Cavalcanti o município de Araripina apresenta limite de gastos com pessoal acima do permitido com a LRF.

Proibição – Também baseada na Lei de Responsabilidade Fiscal a Presidente do Tribunal de Contas do Estado, Teresa Duere recomendou a todos os prefeitos do Estado que não realizem nenhum concurso público, nem contratem ou nomeiem novos servidores e não realizem qualquer ato que resulte em despesa com pessoal para os novos gestores. Todas as proibições são até o dia 31 de dezembro de 2012.

Câmara de Vereadores – A Câmara de Vereadores de Araripina passa por reformas e ampliações visando o ano de 2013 quando o número de Vereadores subirá de 10 para 15. A ampliação contempla os novos gabinetes. O plenário já está adequado para receber os futuros vereadores. As reformas também contemplam o estacionamento e a área externa da Câmara. O atual presidente Zé Bolacha (PSDB) resume a obra em uma frase: “É preciso ter vontade de cuidar da coisa pública como se fosse da nossa própria casa”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.