Motorista é condenado a 47 anos de prisão por abusar de 5 crianças no Distrito de Nascente

Preso provisoriamente desde maio do ano passado, o marido da proprietária de um colégio no Distrito de Nascente, zona rural de Araripina, o motorista Jailson Bezerra, idade não informada, foi condenado pela Justiça por ter abusado sexualmente de cinco alunas, todas menores de idade.

A acusação veio à tona em abril de 2009, quando as garotas tinham entre 6 e 9 anos. A mais velha, porém, relatou à época que sofria abusos desde os 7 anos. A sentença foi proferida na última terça-feira (06) pelo juiz João Ricardo da Silva Neto, da 2ª Vara da Infância de Araripina.

O magistrado condenou o réu a 47 anos e dois meses de reclusão, assegurou a mãe de uma das vítimas. Ela acompanhou todo o processo, que correu em segredo de Justiça por envolver menores de idade, e foi fundamental para que o então acusado fosse capturado pela polícia.

Por meio da assessoria, o Tribunal de Justiça de Pernambuco confirmou a condenação. Em atendimento à recomendação do Ministério Público de Pernambuco, o nome das vítimas não foi divulgado.

Segundo a polícia, para atrair as menores até a sua residência, o marido da dona do colégio usava a filha adotiva, também menor de idade, e uma amiga das outras crianças. O condenado chegou a trabalhar um ano como motorista do Programa de Erradicação do Trabalho Infantil.

Na fase da investigação policial, ainda no primeiro semestre de 2009, a delegada que ficou à frente do caso, Lívia Maria Callou, chegou a dizer que o número de vítimas poderia chegar a 15. Mas a condenação foi pelo abuso de cinco menores.

 

 

Fonte – Blog do Carlos Britto

Publicado por Wagner Pereira

Aux. de Administração da CDL - Araripina-PE - Proprietário/Gerente da WV SERVIWEB - Desenvolvimento de sites e Soluções web. Manutenção e montagem de computadores, instalações de programas. Conhecimentos da Plataforma dinâmica Wordpress, para desenvolvimento de blogs, portais e sites.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.