O Interventor estadual Adalberto Freitas atendeu convocação da Câmara Municipal de Araripina e esteve participando na noite desta terça-feira, 13, de uma audiência pública, quando prestou esclarecimentos aos representantes do povo. Na ocasião, o interventor fez uma explanação a respeito da saúde financeira do município, afirmando que encontrou a municipalidade num caos. Apresentou números e despesas que geraram no município e relatou que tomou medidas para enxugar, a exemplo do corte de gratificações e redução das despesas.

O principal questionamento dos vereadores foi a respeito do pagamento da folha de pessoal e também do repasse dos empréstimos consignados, o interventor justificou que os meses de novembro e dezembro serão cumpridos. Além disso, afirmou que os consignados dos meses de setembro e outubro também estão quitados pela prefeitura. Contudo, ele afirmou que os salários atrasados, notadamente até o mês de agosto – anterior à sua posse que foi dia 17 de setembro -não serão pagos, bem como os consignados desse período. Por sua vez, garantiu que está fazendo todos os esforços para pagar o 13º salário dos servidores, condicionando ao aumento do repasse do FPM do mês de dezembro. “Não vamos garantir o pagamento do décimo terceiro salário. Esperamos que haja uma compensação do FPM para poder termos ecursos para pagar”, disse Adalberto Freitas.

A respeito do pagamento de salários dos médicos e também dos demais contratados da secretaria de Saúde, o interventor garantiu que será efetuado a partir do dia 15 de novembro. Sobre os salários atrasados disse que não tem como pagar. “Se quitar os salários atrasados não teremos recursos para pagar as folhas atuais”, informou.

O vereador Francisco Edvaldo (PR) criticou duramente alguns cortes feitos pelo interventor, como por exemplo, nos setores de saúde educação, principalmente no transporte escolar. Elogiou a merenda escolar, mais criticou a redução do transporte escolar, que para ele, tem prejudicado os alunos que não estão chegando às salas de aula.

O vereador Luciano Capitão (PSB) pediu ao interventor que em outra ocasião faça um detalhamento mais preciso da arrecadação e também das despesas do município. Ele citou a quantia de repasses que o município recebeu no período da intervenção que chegam a mais de R$ 12 milhões. Pediu o detalhamento financeiro de todas as secretarias, principalmente as que ordenam despesas. “Sempre pregamos a transparência e queremos o detalhamento de todas as receitas e despesas”, disse Luciano.

OBRAS

O vereador Evilásio Mateus (PDT) fez comentários a respeito da situação em que se encontra a infra-estrutura do município, com buracos, esgotos em todos os distritos e diversos bairros e citou a participação das empresas Flamac e OTL, responsáveis respectivamente pelo saneamento e troca de tubulação do sistema de distribuição de água.

O interventor Adalberto Freitas disse que em relação à Flamac a secretaria de infra-estrutura mantém reuniões semanais com a empresa e que vem acompanhando o trabalho e cobrando a reposição das ruas e avenidas. Já em relação à OTL, i interventor disse que já pediu o embargo da obra pelo não cumprimento da empresa com as normas estabelecidas no contrato. Ele também chamou a atenção das pessoas que estão efetuando construções no município a respeito do cumprimento da lei que exige a retirada dos entulhos, que não é de obrigação da prefeitura.

DÍVIDAS

Na apresentação, o interventor informou aos presentes que o município de Araripina tem hoje uma dívida previdenciária de quase R$ 70 milhões. Além disso, enfatizou que a prefeitura tem uma dívida de 2012 empenhada e não liquidada no valor de mais de R$ 4 milhões. Por outro lado, informou que a receita corrente líquida do município gira em torno de R$ 6,5 milhões. Justificou as demissões dos contratados e alguns cargos comissionados como a redução de despesas o fato de buscar economizar para honrar os compromissos e a folha de pessoal, que segundo ele, estava girando em torno de mais de R$ 4,5 milhões.

PÚBLICO

Um grande público compareceu à sessão da Câmara, inclusive com a presença de diversos funcionários públicos e profissionais liberais, além de empresários e representantes de sindicatos e associações e vereadores eleitos para a próxima legislatura.

 

Fonte: Martinho Filho
(Fotos Fabiano Alencar).

Publicado por Wagner Pereira

Aux. de Administração da CDL - Araripina-PE - Proprietário/Gerente da WV SERVIWEB - Desenvolvimento de sites e Soluções web. Manutenção e montagem de computadores, instalações de programas. Conhecimentos da Plataforma dinâmica Wordpress, para desenvolvimento de blogs, portais e sites.

Deixe um comentário

O que você achou disto?

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: