O Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) divulgou o balanço de uma fiscalização de rotina, realizada no município de Exu, na região do Sertão do Araripe, que resultou na autuação de três pessoas e multas que aproximam R$ 150 mil. Além da autuação, dezenas de lenhas foram recolhidas e centenas de hectares desmatados na Área de Proteção Ambiental da Chapada do Araripe.

1
(Imagem da internet)

Segundo o Ibama, os crimes foram cometidos em três propriedades distintas. Na primeira, localizada na Serra do Ingá, 268 metros cúbicos de lenha foram apreendidos. A área desmatada equivale a 174 hectares. O proprietário foi multado em R$ 100 mil. Na segunda propriedade, na Serra da Guanabara, cerca de 18 hectares foram desmatados e uma multa de R$ 19 mil aplicada. No terceiro espaço, situado na Serra da Bela Vista, mais de 21 hectares foram desmatados e queimados. A multa foi de R$ 22 mil.

Além da autuação e multa do Ibama, os donos das propriedades podem responder criminalmente pela infração na APA do Araripe. Agora, o processo será encaminhado ao Ministério Público. Caso condenados, os infratores podem pegar penas que variam de dois a quatro anos de prisão.

Fonte: tribunacariri.com.br

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.