Na última semana o clima esquentou no Senado com a ordem de prisão do senador Delcidio Amaral. Numa disputa entre Renan Calheiros e Humberto Costa, o petista enfiou os pés pelas mãos e se articulou com seus correligionados para sanar a libertação do senador pilhado através de gravações. Não deu em outra, porém.

Com uma votação às escuras e que somou 52 votos contra 20, além de duas abstenções, os senadores presentes revogaram a decisão de Calheiros. Apesar de derrotado, Calheiros se posicionou em lamentação “Eu tenho que defender a prerrogativa do Congresso Nacional. Talvez um dia nós possamos avaliar o que significou esse dia triste para o Legislativo brasileiro”. Se referindo ao desequilíbrio de poderes que assumia novos ares a situação.

Conclusão de um dia triste no país. Quando um senador tenta fazer o correto e é calado para que o errado se torne o certo em troca de favoritismo. Com isso, evidenciando a imoralidade que o senado brasileiro vive em empurrar o lixo pra baixo do tapete com as vassouras do PT, liderados pelo petista Humberto Costa, do estado de Pernambuco e colocando a população pra dançar mais uma vez.

Publicado por Dyangellys Batista

Bibliotecário, Gamer, Geek e Baixinho!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.