HISTÓRIAS DE LUTAS AGRÁRIAS É DESTAQUE NA BODEGA DO BRASIL

No próximo dia 9 de abril, a partir das 16 horas, a Bodega do Brasil dará espaço para mais uma vertente da arte: a do cinema documental. Trata-se da exibição do filme A Voz do Campo, dirigido pela jornalista e poetisa pernambucana, Daniella Almeida.

O filme narra o surgimento do movimento sindical rural de Pernambuco, iniciado na década de 60, através da história de vida de Euclides Nascimento, líder fundador dos primeiros sindicatos rurais desse Estado. O vídeo aborda ainda questões sobre ditadura, conquistas da classe camponesa e lideranças rurais. “Este filme é uma lição de vida para todos nós”, revela Daniella Almeida, diretora de A Voz do Campo. Na oportunidade, o público contará ainda com a presença de Euclides Nascimento, protagonista do documentário, que falará sobre a experiência de ter sua história registrada em um filme.

Lançado nos Estados de São Paulo, Rio Grande do Sul , Pernambuco e Rio de Janeiro, A Voz do Campo é um registro histórico da luta agrária vivenciada em tempos difíceis não apenas em Pernambuco, mas, em todo território nacional.

Finalizado pela Cult Zone filmes de São Paulo, o filme tem na direção de arte a fotógrafa Ana Rosa Passos, locução do jornalista da CBN de Pernambuco, Joffre Melo e a trilha sonora é dos músicos Adiel Luna e Rafa da Rabeca, este útimo também presente no evento. O apoio cultural é do Projeto Dom Helder Câmara, Museu Nacional do Rio de Janeiro, Núcleo de Documentação dos Movimentos Sociais da UFPE, Estúdio Art PE e o Centro Cultural Periferia no Centro, de São Paulo. Prestigie mais este destaque da Bodega do Brasil de abril.

Publicado por Cacá Lopes

Sou cantor e compositor profissional, além de poeta popular. Trabalho com música e cordel.Nasci em Araripina-PE, no sopé da chapada do Araripe, região encantada que deu a humanidade Patativa do Assaré e Luiz Gonzaga, referenciais sempre presentes em minha arte.

Deixe um comentário

O que você achou disto?

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: