Com a deflagração da greve da Polícia Militar em Pernambuco, alguns prefeitos estão se articulando e encontrando maneiras de manter a população a salvo até que a situação se normalize outra vez. Em Petrolina, por exemplo, o atual prefeito Julio Lossio, convocou o efetivo da Guarda Municipal e dos Agentes de Transito para tal.

A Polícia Militar de todo o estado anunciou a mobilização na terça-feira (13) durante assembleia na capital, Recife, mas os municípios do interior só aderiram ao movimento na quarta-feira (14) após uma reunião com os representantes da categoria.

A paralisação também acontece em Ouricuri, Santa Maria da Boa Vista, Salgueiro e Araripina, mas não descarta a esperança por um acordo com o governo.

policiacharge13
Reprodução: Imagem da internet

Diante disso, seria mais que viável, ao menos nesse tempo, uma articulação do prefeito de Araripina, Alexandre Arraes, e retirar do papel o projeto da Guarda Municipal e torná-la realidade perante a situação que se encontra. Se a cidade já está perigosa com todo o efetivo da polícia em função, o que esperar da segurança dos araripinenses quando menos da metade da tropa da PM está fazendo seu serviço?

Tranquem suas portas!

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.