Parece que a novela da situação dos Garis em Araripina, no sertão de Pernambuco, está longe de acabar!

Em pavorosa revolta, os garis falaram sobre a sua situação que os mesmo estão sendo submetidos pela prefeitura municipal de Araripina, juntamente com a empresa que terceiriza o serviço dos mesmos. De ânimos exaltados, os garis colocam suas difícil situação a vista da população, onde os mesmos continuam com seus pagamentos atrasados e segundo eles, sofrendo represálias e perseguição das administradoras.

Os garis falaram da falta de organização e de situações peculiares envolvendo os mesmos onde sequer estavam registrados em livros de pontos e cartões de presença no serviço que lhes cabe. Popularmente falando, um deles chega a dizer que “é quase um regime de escravidão… falta só ele pôr o chicote na mão e pôr a gente pra trabalhar embaixo de chicotada!”, acrescenta um deles.

Confiantes dos seus direitos, os garis recorreram a um advogado que os informou que a prefeitura tem um prazo estipulado para estar realizando o pagamento e a baixa da carteia dos mesmo e que o não cumprimento desse prazo acarretará pena. “Prefeito, pague o nosso salário! A gente está trabalhando é porque precisa. A gente tem família para cuidar”, dispara um gari, concluindo!

Publicado por Dyangellys Batista

Bibliotecário, Gamer, Geek e Baixinho!

Deixe um comentário

O que você achou disto?

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: