Fim de um ciclo

Imagem de internet

Todo ciclo tem início, meio e fim e mais um deles chega ao fim na noite desta quarta-feira (29). Juninho Pernambucano dará entrevista provavelmente nos próximos dias e anunciará oficialmente sua aposentadoria do mundo do futebol e o motivo é quase sempre o mesmo que todos abandonam. Seu corpo não atende mais o que sua mente diz.

Antônio Augusto Ribeiro Reis Junior, mais conhecido como Juninho Pernambucano ou simplesmente Juninho, nasceu em Recife-PE em 30 de janeiro de 1975 e a partir de hoje e atuou como meia.

Juninho marcou e foi ídolo do Lyon da França e do Vasco no Brasil. Juninho foi considerado pela revista France Football o terceiro melhor estrangeiro a atuar na frança em todos os tempos.

Considerado “o maior cobrador de faltas da história do futebol mundial” pelo físico inglês Ken Bray, Juninho tornou-se ídolo em todos os clubes onde passou. Esteve presente em sete conquistas consecutivas do Lyon pelo Campeonato Francês, tendo saído do clube após oito temporadas, onde marcou 100 gols em 344 partidas. Jogou também pela Seleção Brasileira em 43 partidas, marcando 7 gols.

SPORT RECIFE

Juninho foi revelado nas categorias de base do Sport Recife, onde chegou aos dezesseis anos. Apesar de ter sido aprovado no vestibular para Adm. de Empresas, Juninho, depois de permanecer durante quase três temporadas nas divisões de base do clube, optou pelo futebol e fez sua estréia na equipe principal em 11 de novembro de 1993 e tem como ídolo Bruno Rossini, entrando no decorrer do segundo tempo no empate contra o Fluminense por 0 a 0.

Com belas atuações pelo clube pernambucano logo chamou a atenção para os grandes clubes do país. Não demorou muito e ele recebeu uma proposta do Vasco da Gama que foi aceita. Com um início difícil, principalmente, por ter chegado como um “contrapeso” do atacante Leonardo, logo acabou se tornando peça fundamental e estrela do time.

VASCO DA GAMA

Pelo clube da colina Juninho tornou-se um dos maiores ídolos da história do clube e encerra sua carreira no clube que o projetou para o futebol mundial. Juninho conquistou 6 títulos pelo Vasco sendo eles Campeonato Brasileiro por duas vezes (97-2000), Campeonato Carioca (98), Libertadores (98), Torneio Rio-SP (99) e Copa Mercosul (2000). Logo após transferiu-se para o Lyon da França.

Além do Lyon Juninho ainda jogou pelo Al Gharafa e pelo New York Red Bulls, além de Seleção Brasileira.

Publicado por Cidade de Araripina Pernambuco

Sobre

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.