Exemplo de gestor

Museu Imperial em Petrópolis

O prefeito de Petrópolis, na região serrana do Rio, Rubens Bomtempo, anunciou que não haverá Carnaval na cidade e que os repasses, no valor de R$ 1 milhão, que iriam para o desfile das escolas de samba do município, serão investidos na saúde. A decisão foi tomada durante reunião com o presidente da Fundação de Cultura e Turismo, Juvenil dos Santos, e representantes de escolas e blocos da cidade, que entenderam a situação e concordaram com a providência do governo municipal.

De acordo com o presidente da Fundação de Cultura e Turismo, estruturas como as arquibancadas, por exemplo, não serão montadas, o que impede que os blocos que queiram sair às ruas desfilem pela rua do Imperador.

“Não estamos cancelando o Carnaval da cidade, só não iremos repassar os recursos, que serão encaminhados para um setor que está em estado de calamidade e precisa de todo o empenho e recursos financeiros. Estamos pensando no bem-estar da população. Tivemos a adesão espontânea das agremiações”, disse Santos.

Esse deveria ser um modelo de gestão e de administração com o dinheiro público. E vejam que lá não tem problema com estiagem e nem mesmo com falta de médicos em plantões quando mais se precisam deles como é o caso dos finais de semana.

Fonte: Uol.com.br

Publicado por Cidade de Araripina Pernambuco

Sobre

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.