O Brasil vive atualmente um difícil momento financeiro devido uma crise econômica que assola o país. Com isso como pano de fundo e a chegada das festividades de fim de ano, é esperado que nem mesmo a crise consiga desbancar a alegria e a magia do bom velhinho. Assim, o Araripina.com.br esteve conversando com a Empresária Auristelia Amorim sobre as expectativas do comércio para as vendas nesses últimos 40 dias que antecedem o fim do ano.

Em um levantamento geral sobre a perspectiva de vendas no fim de ano, a empresária acredita que mesmo com as baixas vendas que vem se seguindo o fim de ano deve sim fomentar a economia com uma quantidade maior de dinheiro circulando pelo comércio e abrindo uma leve margem de venda superior a 5% do previsto, mesmo com a crise financeira. A empresária lembra também que no município de Araripina, no sertão de Pernambuco, em decorrência de um grande número de demissões ocorridas nos últimos meses e o não surgimento de novas oportunidades de emprego exista um risco do comercio congelar nesse período, porém ela acredita que esse risco é mínimo.

A empresária, que faz parte do Grupo Popy, grupo que abriga três outras empresas de ramos distintos (Papelaria Popy, Ponto 3 e Popy Store), acredita ainda que nessas festividades de fim de ano a preocupação com presentes e derivados será reduzida a um círculo mais íntimo, gerando assim uma economia visível. Auristelia lembra ainda que para esse momento prazos de venda foram estendidos e uma promoção estar acontecendo na Ponto 3 (loja de confecções), além da Papelaria Popy e Popy Store contar com mais de 1.500 artigos de decoração para abrilhantar as festividades de fim de ano.

As lojas do Grupo Popy estão localizadas à rua Hortencio Pereira Lima. Visite!

 

Publicado por Dyangellys Batista

Bibliotecário, Gamer, Geek e Baixinho!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.