Os trabalhadores dos Correios de Pernambuco decidiram não paralisar as atividades nesta quinta-feira (18). A medida foi tomada em Assembleia Geral realizada na quarta-feira (17), na sede do Sindicado dos Trabalhadores dos Correios em Pernambuco (Sintect-PE), em Santo Amaro, Zona Norte do Recife, onde foi delimitado manter o estado de greve deflagrado na última semana.

Os funcionários rejeitaram a proposta enviada pela Empresa dos Correios e Telégrafos (ECT) ao Tribunal Superior do Trabalho (TST). A empresa oferece reajuste de R$ 28,29 para R$ 30,13 no valor do tíquete alimentação e aumento de R$ 30,13 no valor da cesta básica, mas retira a proposta de aumento salarial de 6,5%.

O Sintect-PE reivindica aumento real de 8%, reajuste linear de R$ 300, piso salarial de R$ 3.079,31, 11,30% de reposição de perdas salariais, vale-refeição de R$ 40 por dia e cesta básica de R$ 400. Os trabalhadores também lutam contra a imposição do plano Postal Saúde.

Uma nova assembleia será realizada no dia 23 de setembro nas sedes do sindicato no Recife, em Caruaru e em Petrolina para deliberar pela realização ou não da paralisação.

Fonte: Jconline.com.br

Deixe um comentário

O que você achou disto?

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: