Os 3,8 mil trabalhadores dos Correios decidiram na noite desta quarta-feira entrar em greve por tempo indeterminado já a partir desta quinta-feira, conforme decisão da assembléia. O encontro foi realizado na sede do Sindicato dos Trabalhadores da Empresa de Correios e Telegráfos em Pernambuco Empreiteiras e Similares (Sintect-PE), em Santo Amaro. Cerca de 250 trabalhadores estiveram presentes.

O sindicato informou que a greve objetiva barrar a implantação do Postal Saúde, plano de saúde privado, que além de impor o pagamento de dependentes teria inciado a cobrança por material em atendimentos e cirurgias. Ainda segundo o Sintect-PE, a situação desrespeita a decisão do Tribunal Superior do Trabalho (TST), que encerrou a greve do ano passado, mantendo o Correio Saúde, com gestão compartilhada com funcionários através de acordo coletivo.

1499649_679570062066399_1006602538_n
(imagem da internet)

Às 16h desta quinta ocorrerá nova assembléia na Agência Central, no Centro do Recife.
Por nota oficial, a assessoria de comunicação informou que os Correios têm um plano para garantir a entrega de correspondências mesmo durante a greve. Confira a nota na íntegra:

Os Correios estão cumprindo o que foi acordado no Tribunal Superior do Trabalho a respeito do plano de saúde: todos os atuais benefícios estão garantidos, inclusive dependentes cadastrados, porcentagem de compartilhamento, sem cobrança de mensalidade, entre outros.

A empresa tem se reunido mensalmente com os representantes dos trabalhadores de todo o Brasil na Mesa Nacional de Negociação Permanente, assim não há justificativa para  paralisações.

De toda forma, os Correios têm preparado um plano de contingência que irá garantir a entrega de cartas e encomendas, bem como  o atendimento nas agências, em caso de uma eventual paralisação.

 Fonte: Diariodepernambuco.com.br

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.