Comarca de Araripina está totalmente inviabilizada na prestação jurisdicional

Não é mentira! A Justiça parou em Araripina! Os dados foram levantados na Meta 7 do Conselho Nacional de Justiça-CNJ. Araripina, hoje, é a cidade de Pernambuco com o pior índice de produtividade nos julgamentos cíveis e criminais de Pernambuco e talvez do Brasil, segundo se pode aferir no site do CNJ e do TJPE. Somente o juiz de Direito João Ricardo da Silva Neto tem 12.991 processos para serem julgados, enquanto o magistrado Rafael Cavalcanti Lemos 131 processos. A taxa de congestionamento de processos parados em Araripina é de 93% a 100%, dependendo da fase de conhecimento ou de execução. Somente uma força-tarefa de mais 8 juízes durante dois anos descongestiona a Justiça Comum de Araripina.

SANDRO MORAES
JORNALISTA PROFISSIONAL E ADVOGADO
1584-DRT-PE – 13.888-OAB-PE

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.