As cidades de Cabrobó e Araripina, no Sertão pernambucano, registram poucos casos de dengue em 2014. Nenhum caso de dengue hemorrágica foi registrado nos municípios nos últimos dois anos.

Em Araripina, no primeiro trimestre deste ano, dois casos de dengue foram confirmados, com mais quatro sendo notificados. No mesmo período, no ano anterior, aconteceram doze notificações e quatro confirmações. Em Abril de 2014, já foram descartados dois casos e outros dois esperam resultados para assegurar o diagnóstico.

Segundo a diretora de vigilância de saúde de Araripina, Vera Dias, o número de casos é baixo, mesmo assim não é possível descuidar. “Os casos que aparecem estão sendo controlados com combate químico nos focos da doença. Está programado um mutirão de mobilização social contra a dengue na próxima semana”, declarou.

intomas-da-dengue
Reprodução: Imagem da internet

Em Cabrobó este ano, até o momento, foram 16 casos notificados, três deles foram descartados e nenhum confirmado. No ano passado foram 10 notificações e duas confirmações. Não há registro de dengue hemorrágica na cidade.

Segundo a secretária de saúde de Cabrobó, Joseane Andrade, o município está atento à cidade vizinha, Salgueiro, que vive uma epidemia de dengue. “Há uma grande circulação de pessoas entre as duas cidades. O mosquito transmissor existe em Cabrobó, mas é preciso que aconteça o contato com doentes”, afirma. A preocupação é que com o intenso trânsito entre os municípios diariamente, pessoas infectadas de Salgueiro possam fazer a epidemia se estender à outra cidade.

Em Salgueiro, até abril de 2014, já foram notificados 743 casos de dengue, 683 a mais que no mesmo período do ano passado. A média de casos é de 100 notificações por semana.

Fonte: G1.com

 

Deixe um comentário

O que você achou disto?

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: