Na manhã de hoje (08), foi desenvolvido um debate acerca de uma polêmica nacional: Redução da Menor Idade Penal. Para melhor se prostrar na situação, o Conselheiro Tutelar Brás Batista esteve presente em uma rádio local e se posicionou como membro do Conselho em prol da Criança e do Adolescente e comentou essa polêmica que permeia o social, o cultural, o econômico e principalmente a estrutura familiar.

O Conselheiro Tutelar falou sobre a importância da estrutura familiar na conjuntura da educação do menor para torná-lo um adulto melhor; ressaltando que muitos jovens entram na vida ilícita principalmente pela ausência de estrutura social que não existe dentro do próprio lar. Muitos jovens infratores quando detidos, acabam, porém, mergulhando de cabeça na criminalidade de maneira que os centro de detenção acabam se tornando verdadeiras universidades do crime. O conselheiro ainda pontuou a falência do sistema presidiário que deturpar a juventude e usurpa a inocência dos menores direcionando-os a criminalidade como via mais fácil.

Como problema principal fala-se da ausência de políticas públicas sociais voltadas para amenizar essa criminalidade que abraça e envolve os jovens de maneira tão amigável e acolhedora. Nesse posicionamento, cabe não tão somente aos órgãos responsáveis e sim, também, a sociedade realizar escolher firmes e primar pela educação de seus jovens como forma de direcioná-los a uma melhor conduta.

O debate na rádio com o Conselheiro Tutelar Brás Batista você confere na íntegra no link abaixo:

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.