Bodocó: Deputado Raimundo Pimentel presidente da comissão de enfrentamento à seca da ALEPE junto com o prefeito Danilo Rodrigues e o Secretário de Agricultura Aldo Santos visita fazendas irrigadas na cidade





O município de Bodocó é a segunda bacia leiteira do estado de Pernambuco e teve seu rebanho quase dizimado pela seca, agora surge uma nova esperança, a irrigação, apoio técnico e financiamento bancário com juros baixos e carência.



O deputado Raimundo Pimentel presidente da Comissão  de enfrentamento à seca da ALEPE, com o prefeito de Bodocó Danilo Rodrigues junto com a comitiva do Secretário de Agricultura e Reforma Agrária  Aldo Santos e a comitiva do IPA, visitam plantações de sorgo nas fazendas irrigadas por gotejamento no município de Bodocó. O Secretário de Agricultura de Bodocó o agrônomo Robson Saraiva acompanha os pecuaristas na implantação e desenvolvimento do projeto, com apoio da prefeitura de Bodocó. 



Em apenas 50 dias de plantado o sorgo muda a paisagem da seca esturricada do sertão do Araripe, essa é a solução para o  convívio do sertanejo com a seca que assola todo ano o nordeste. O Banco do Brasil está financiando os poços e todo equipamento para instalação do mesmo, já se ver a mudança a esperança no semblante do sertanejo, agora ele pode estocar a ração feita do sorgo (silagem) para nunca mas ver seu gado leiteiro morrer, sem nada poder fazer.

Foram visitadas 05 fazendas, uma o sorgo foi plantado recente, ainda não brotou as outras 04, o sorgo já está com 50 dias, é impressionante as roças mudando a paisagem da sequidão do semi árido.



Sr. Assis, pecuarista (no centro de camisa vermelha), está plantando junto ao sorgo feijão, ele perfurou um poço na fazenda, com uma vazão de 6.800 litros p/h, o sorgo tem 50 dias de plantado e Técnico do IPA posa ao lado de uma vaca leiteira gorda, cenário diferente de dias atrás.

Publicado por Cidade de Araripina Pernambuco

Sobre

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.