BODE DO SERTÃO!

Hoje, 30 de janeiro de 2011 o Araripina Futebol Clube entra em campo para enfrentar a Cabense agremiação da cidade do Cabo de Santo Agostinho, situada na região metropolitana do Recife.

Ao analisarmos a tabela do campeonato pernambucano percebemos uma situação um tanto quanto curiosa. Vemos de forma clara e insofismável que a tabela foi elaborada com o único objetivo de privilegiar os times da capital e das agremiações que fazem parte da região metropolitana da grande Recife. Quando muito, beneficiar as cidades do agreste, que também, estão próximas da capital.

É sabido que as grandes equipem, no inicio dos campeonatos regionais se ressentem do cansaço decorrente das competições nacionais, das férias dos jogadores, saída de atletas para outros clubes e a contratação de novos jogadores. Tudo isso, se resume numa agremiação totalmente fora das condições ideais nos aspectos: técnico, tático e condicionamento físico.

Sabendo destas limitações e considerando que as equipes do interior são mais frágeis, a Federação Pernambucana direcionou os jogos dos 03 principais clubes de Pernambuco para ocorrerem inicialmente no sertão. Considerando que os times do sertão são menos experientes, os grandes da capital, mesmo fora de forma ganhariam facilmente os confrontos. O que facilitaria sobremaneira na jogada da segunda partida em casa, sem ter que se deslocarem para cidades mais distantes.

Para felicidade dos clubes sertanejos, os resultados alcançados pelo Araripina, Petrolina e Salgueiro, os clubes da capital não tiveram tanto êxito. O que se espera é que a federação não dê uma mãozinha beneficiando os clubes da capital em detrimento das agremiações sertanejas, quando ocorrerem os jogos de volta.

De uma coisa todos nós sertanejos temos certeza, os times de Recife, da região metropolitana e do Agreste não gostam, nem querem jogar com os times do sertão.

Pernambuco é um pequeno estado em extensão territorial. Entretanto, os times de futebol da capital e das regiões próximas detestam o sertão. Por ironia do destino, a discriminação que o Nordeste recebe do Sul e Sudeste não é muito diferente da que o Sertão recebe da Grande Recife, Região Metropolitana e Agreste Pernambucano.

Vamos Lá Bodão!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Goiânia, 30 de Janeiro de 2011

Publicado por Humberto Alves Bandeira

Sou filho de Araripina, tenho 62 anos de idade, sou casado tenho 03 filhos também casados, tenho u netinho chamado Mateus. Sou um apaixonado por Araripina e o Sertão do Araripe. Tenho um enorme prazer em fazer parte da equipe do araripina.com.br. o site expoente da região.

Participe da discussão

1 comentário

  1. gostaria muito de conhecer esse time o qual amo de paixão, sou de araripina mais moro em sp ha mais de dez anos,fui ai em 2006 mais não tive a oportunidade de poder assisti uma partida de futebol,eu achava que uma pessoa muito importante na minha vd,jogava nesse time mais ele nesse momento mora em trindade,o nome dele é haroldo josé lima do bomfim irmão de aurileide,andre e biuda que mora na cohab,quem soube de algo dele por favor deixer o seu recado no meu email.grata a todos.

Deixe um comentário

O que você achou disto?

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: