Em Araripina, no Sertão de Pernambuco, os bancários aderiram à greve nacional por tempo indeterminado. Com isso, as principais agências do munícipio estão paralisadas desde terça-feira (6). De acordo com o sindicato da categoria, a adesão à paralisação aconteceu por unanimidade. A principal reivindicação da categoria está relacionada ao reajuste salarial de 15%.

A categoria informou ainda que 30% dos funcionários continuam trabalhando nas agências e permanecem os serviços de autoatendimento e de compensação, além dos bancos populares e lotéricas.

A Federação Nacional de Bancos (Fenaban), ligada à Febraban, informou por meio de nota que continua aberta a negociações. A proposta apresentada aos sindicatos prevê um abono imediato de R$ 2.500,00 e um reajuste de 5,5% no salário recebido em agosto por todos os 500 mil bancários brasileiros. Segundo a federação, o reajuste condiz com a expectativa de inflação média para os próximos 12 meses.

Durante a greve, o sindicato alerta aos clientes que continuem efetuando o pagamento dos boletos bancários, pois a compensação estará funcionando, além do auto atendimento ou que os usuários recorreram a outros canais como as transações via internet.

 

Publicado por Dyangellys Batista

Bibliotecário, Gamer, Geek e Baixinho!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.