AS PARTEIRAS – Dia das mães

Nossa homenagem as Mães Nordestinas, através das tradicionais PARTEIRAS, do Sertão.

Literatura de Cordel – Por CACÁ LOPES
AS PARTEIRAS…

Quando uma criança nascia
Lá pras bandas do Sertão
Não havia assistência
De um médico de plantão
A não ser de uma Parteira
No parto, na direção.
Vinha a cavalo ou a pé
De noite e também de dia
Não cobrava um centavo
Pelos partos que fazia
Pais, chamava; Comadre
Depois que o bebê nascia.

Parteira, uma criatura
Que merece ter valor
Ela é quem traz a vida
Deus é o seu protetor
Filhos, a chama de mãe
Tomam bênção com amor.

Tinha Mãe Maria de Barros,
Mãe Venâncio, da Lagoinha,
Mãe Rita, do São Francisco,
Mãe Fátima, Mãe Mariquinha,
Mãe Leocádia, do Inácio,
E também Mãe Sá Doninha.

Mãe Aninha de Enoque,
Lá no Sítio Olaria,
Mãe Cecília, do Sauhén
A mulherada atendia,
Barro Vermelho: Ursulina
E Maria de Horácio ia.

Publicado por Cacá Lopes

Sou cantor e compositor profissional, além de poeta popular. Trabalho com música e cordel.Nasci em Araripina-PE, no sopé da chapada do Araripe, região encantada que deu a humanidade Patativa do Assaré e Luiz Gonzaga, referenciais sempre presentes em minha arte.

Deixe um comentário

O que você achou disto?

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: