Araripina e o SUS, como vai?

Usualmente a mídia divulga notícias sobre as precárias condições de assistência a saúde oferecidas aos cidadãos. Cenas cotidianas que mostram as enormes filas, a falta de profissionais para atender as demandas da população, faltam de remédios, equipamentos e tantos outros problemas têm sido apontados como variáveis negativas ao se discutir sobre os serviços de saúde pública no Brasil. De fato tais críticas e denúncias são pertinentes, pois favorecem que ações de cunho político e ideológico se apressem em oferecer às comunidades uma melhor qualidade de vida.

Tendo em vista esse cenário, o que não pode deixar de sinalizar é que, apesar de todas as problemáticas que ainda perpassam a sua estrutura de funcionamento, o Serviço Único de Saúde (SUS), representa uma conquista da sociedade brasileira no que diz respeito à responsabilização do Estado como tendo o dever de garantir aparatos de cuidado com a saúde da população. É apenas a partir da Constituição Federal de 1988, que a população tem assegurado o direito de recorrer gratuitamente à serviços de saúde e ser atendida ( apenas há 21 anos). Antes desse período, apenas as pessoas de algum modo relacionadas com o Instituto Nacional da Previdência Social ( INAMPS), é quem tinham acesso a serviços de saúde qualificados. Nesse sentido, pontua-se então que atualmente o Brasil vive um processo de transição e trabalho pela mudança das condições paradigmáticas que caracterizam um insuficiente modelo de atenção a saúde, aonde profissionais de saúde  em seus consultórios privados, ou em suas salas de espera nos hospitais gerais, aguardam a vinda dos enfermos que buscam a cura de problema de saúde já instalado. Esse modelo assistencial de atenção médico – privativista, não consegue atender às necessidades de saúde da população.

O SUS preconiza os princípios fundamentais do direito universal ( de todos) ao acesso aos serviços de saúde, a equidade da atenção oferecida aos pacientes e a integralidade das ações executadas,  que buscam como principal objetivo a produção da qualidade na assistência, o que requer desde uma gestão administrativa bem estruturada até a uma forma de tratamento adequada dos pacientes. A humanização dos atendimentos oferecidos respalda-se na prerrogativa de que uma atenção adequada à saúde, deve contemplar as dimensões biológicas, psíquicas, sociais e culturais dos sujeitos. Assim, os princípios que orientam essa proposta visam não apenas a cura da doença, mas especialmente a promoção da saúde através de estratégias preventivas e da reflexão dos cidadãos sobre o papel que  cada um de nós temos na construção dos processos de saúde e de adoecimento, tanto individual, quanto da comunidade. Por exemplo, o lixo jogado nas ruas, os esgotos abertos, a falta de assistência médica e sanitária tem como consequencia um problema de saúde não só para o indivíduo, mas também para a comunidade.

Muitas discussões já são delineadas para se caracterizar o Sistema Único de Saúde no país, essa curta matéria, nem de longe esgotaria as temáticas que embasam esse tema. Como sugestão para os leitores, fica a reflexão de que o SUS é um sistema que garante o direito à população acessar um serviço de saúde qualificado. A existência ou não desses serviços, recaem sobre questões de foro político e de gestões administrativas.

A propósito: como vai o andamento dos Serviços Públicos de SAÚDE em ARARIPINA?


Publicado por Hélida Luanna

Olá ! Sou natural de Araripina, cidade por a qual tenho muito apreço. Atualmente resido em Petrolina- PE, curso o 8º período de Psicologia na Universidade Federal do Vale do São Francisco. Contribuo nesse site com a postagem de matérias cujos conteúdos são pertinentes a minha área de atuação, com o objetivo de trazer informações sobre temas relevantes para a população.

Participe da discussão

6 comentários

  1. Saúde:
    Vc é a prova viva de sua criação: mereça que terá… Muitos é que a medida do T nunca completa, visto não são conhecedores: (Sãos princípios da MORAL E DA RAZÃO).
    Seu pai.

  2. Parabéns pela matéria Hélida, acho extremamente necessário que este tipo de informação chegue à população de um modo geral. Hoje mesmo eu liguei na secretaria de saúde aqui da minha cidade pra reclamar da falta de médico em um posto de saúde e, como disse a moça que me atendeu, é uma pena que poucos tenham a iniciativa de fiscalizar o atendimento que é direito de todos, garantido pelo estado.

  3. a saúde em araripina anda de pernas quebrada,poderia ser melhor ,se parte da população se preocupasse menos com politica e desse mas atençao as necessidades do municipio, com melhoras no atendimento sus,orientando com informações precisas e corretas á população mas carente

  4. Ao Sr, Secretário de Saúde da prefeitura de Araripina

    Venho por meio desta mensagem denunciar a situação de precariedade da casa de apoio de Aararipina situada na Cidade do Recife. Rua Arquimedes de Oliveira 204 – Santo Amaro.
    Os doentes desta que vêem tratar da saúde, estes são sendo mais contaminados por outros problemas de saúde sanitária, devido a situação da casa em que estão hospedade.
    O dono desta residência procedeu de forma irregular ao repassar os pacientes paciente para essa novo abrigo.
    A casa não oferece nenhuma infra estrutura para acomodação de pessoas com vários problemas de saúde. Faltou uma fiscalização da prefeitura antes de fechar o contrato com o locatário.
    Existe um salão onde há vários colchões em cama e pelo chão, neste mesmo salão dorme mais de 30 paciente respirando o mesmo ar com suas doenças de todos os tipos. Alguns dias atrás uma senhora acompanhante de uma paciente conversando me falou que havia uma senhora com crise de hemorróides ou câncer com hemorragia que sangrando pelo meio do salão, nesse mesmo local há criança de tratando de leucemia, além de outros doente.
    Não há ventilação na casa o dono construiu quarto de ultima hora na frente da casa com isso prejudicou mais a climatização da casa.
    Há uma cisterna que não foi limpa, onde a sujeira rola há muitos anos, essa cisterna estava desativada há muitos, parece mais uma fossa.
    Segunda depoimento de vários pacientes, estão tomando banho de água do poço, logo depois fica com uma coceira terrível> alguns tem que usar balde, esse mesmo balde é lavado pano de chão e utensilios de conzinha. Além do lixo que fica na frente da casa derramando agua suja do saco, e alguns doente coloca a cadeira junto ao lixo, fica sentado com as moscas e mau cheiro.
    O mais agravante é que casa não tem área de livre para que os pacientes fique circule e tenha um espaço de lazer, ou eles ficam confinados dentro de casa, como isso é impossível devido o calor, eles ficam sentados nas calçadas e nas cadeiras, nas frentes das residência, ao calor do sol.
    As 5:00h o motorista do ônibus liga o moto para pegar os pacientes, o barulho moto não deixa ninguém dormir.e o conversa alta do doentes nas calçadas.
    Por gentileza vocês precisam tomar uma providencias com urgência, Ou serei obrigada a denunciar aos meios de comunicação de massa, televisão, rádio e jornal. sobre o descaso com os pacientes.
    Atenciosamente
    Margarida Barros

  5. Se isto é verdade, de fato uma providência imediata deve ser tomada. A falta de segurança de um abrigo destes torna-se mais preocupante do que a própria doença e a negligência dos órgãos responsáveis pela manutenção e fiscalização do mesmo não deve ser tolerada.

  6. FIZ UMA DENUNCIA NESTE PÁGINA, AINDA ESTA AI ESCRITA.
    SOBRE A CASA DE APOIO DA RUA ARQUIMEDES DE OLIVEIRA, 204 – SANTO AMARO- RECIFE
    ATÉ O MOMENTO NÃO FOI TOMADA NENHUMA PROVIDENCIA, O LIXO CONTINUA, A BOMBA DE ÁGUA QUEBRADA, VAZANDO PELA RUA, OS DOENTES TOMANDO BANHO DE BALDE ONDE TEM OUTRAS SERVENTIA, TUDO CONTINUA DO MESMO JEITO E PIOR, ATÉ QUANDO ESSA SITUAÇÃO VAI PRORROGAR, GOSTARIA DE SABER SE FOSSE A MÃE DO PREFEITO OU DO SECRETARIO DE SAÚDE QUE ESTIVESSE LÁ, ACREDITO QUE A SITUAÇÃO JÁ SERIA SANADA, ESSE TIPO DE RESIDENCIA NÃO É ADEQUADO PARA DOENTES.

    MARGARIDA BARROS

Deixe um comentário

O que você achou disto?

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: