Araripe-CE: Quatro irmãos assassinados numa triste sina para a família

FOTO: Site Miséria

Antonio, Rodrigo, Ilma e Lídia eram irmãos e guardam uma coisa em comum: todos foram assassinados no município de Araripe na região do Cariri. Triste sina para uma família humilde com origem na zona rural. Em menos de quatro anos, ou mais precisamente em três anos e oito meses, eles foram tombando mortos em meio a dor dos pais. A polícia vê muito mais coincidências do que conexões entre um assassinato e outro. Seja o que for, nenhum autor dos quatro homicídios está preso.

A matança começou na noite do dia 22 de maio de 2010 com o assassinato do agricultor Antônio Moreira da Silva, aos 24 anos, morto com dois tiros de revólver na cabeça ao lado do Bar de Zeli no Distrito de Alagoinhas na zona rural de Araripe. O autor dos disparos foi Antonio Martins, residente no mesmo lugar, com quem Antonio nutria uma rixa antiga. O acusadofugiu em uma motocicleta e jamais foi preso para responder pelo crime o que faz em liberdade. 

Dois anos e sete meses depois ou em dezembro de 2012, mais um membro da família Moreira da Silva tombava morto. Dessa vez era o Rodrigo com os seus joviais 28 anos de idade. O palco da cena foi o mesmo Distrito de Alagoinhas e os parentes nem bem tinham esquecido o golpe passado. Antes das festividades de Natal e Ano Novo, Rodrigo era cruelmente assassinado a golpes de faca. Nesse caso, o Site Miséria não conseguiu informações sobre a autoria.

Após os assassinatos de dois irmãos viriam a seguir as mortes de duas irmãs igualmente a facadas. No dia 23 de agosto do ano passado ou menos de uma no do assassinato de Rodrigo, sua irmã, Ilma Moreira da Silva, aos 42 anos, era morta em casa na Rua 106 do Conjunto Cohab III em Araripe. O autor foi o seu companheiro Aparecido Fernandes de Sousa preso após ir à casa de sua irmã, Francisca Fernandes, contar sobre o crime motivado por ciúmes.

Mesmo tendo ocorrido o flagrante, o matador não passou muito tempo na cadeia e já responde pelo crime em liberdade pelas ruas da cidade. A quarta vítima foi a agricultora Lídia Maria Moreira da Silva, de 32 anos, cujo crime, a golpes de faca no pescoço, aconteceu no último dia 14 de janeiro. O assassinato se deu em sua residência nas Casas Populares do Distrito de Pajeú em Araripe.

O corpo foi encontrado pela mãe e o sobrinho Rafael dormia no imóvel, sendo apontado, inicialmente, como suspeito. Todavia, negou no que teve o aval de sua avó e foi posto em liberdade após prestar depoimento. O inquérito que apura o caso é presidido pelo Delegado de Araripe, Diogo Galindo de Goes. Em conversa com a reportagem do Miséria ele disse apenas que está ouvindo os familiares e pretende concluir já na próxima semana. Todavia não quis adiantar sobre indiciamentos.

Matéria e foto: Site Miséria

Publicado por Cidade de Araripina Pernambuco

Sobre

Deixe um comentário

O que você achou disto?

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: