Andreson Oliveira faz poema homenageando Araripina

Softagon Sistemas em Araripina

                                       

É no descer do morro
No subir da ladeira
No arrastar a chinela
No levantar da poeira.
Do xique-xique ao mandacaru
Da aroeira a canafista
Das praças, jardins e flores
Ao museu no Alto da Boa Vista.
Da farinha fresquinha
Da sombra do pé de juá
Das festas e clubes dançantes
Que fazem o jovem animar.
Do sotaque arretado
Da recepção calorosa
Da vida calma e tranquila
Da partida dolorosa.
Do ver o por do sol
A grande igreja matriz
Dos casarões antigos
Do novo chafariz.
Das culturas existentes
Do comércio produtor
Dos distritos e povoados
Do campo o Agricultor.
Do feijão, pamonha e canjica.
Mel, milho e algodão.
Das tardes de Quarta e Domingo
No conhecido Chapadão.
Da vida pacifica e ordeira
Do acordar com o galo campina
Do bater orgulhoso no peito Bem vindo a Araripina.

                           Autor : Andreson Olivera 

Araripina Em Foco 

Publicado por Cidade de Araripina Pernambuco

Sobre

Deixe um comentário

O que você achou disto?

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: