AMBULÂNCIAS QUE SUMIRAM DA SECRETARIA DE SAÚDE DE ARARIPINA SÃO ENCONTRADAS EM RESIDÊNCIA DE PARTICULARES.

Logo após o ex-prefeito de Araripina Lula Sampaio ter sido afastado do cargo por improbidade administrativa, assumiu em seu lugar por determinação da justiça, o vice-prefeito Alexandre Arraes que cumprindo com as atribuições que lhe compete, exonerou do cargo de Secretário de Saúde, o genro do Prefeito Lula Sampaio, Venilton Carlos, nomeando para pasta da Saúde o ex-prefeito Valmir Lacerda.

Valmir Lacerda, novo secretário de Saúde do Município vem fazendo uma profunda auditagem naquela Secretaria que a encontrou totalmente sucateada sem mais nenhuma ambulância. Preocupado, então com esta caótica situação, determinou de imediato, viabilizar o atendimento à população, que fosse convocado para prestar esclarecimento o ex-chefe de transporte da Secretaria de Saúde, o Sr. Ribinha como assim é conhecido. De maneira que o mesmo em seu depoimento afirmou que:


Que todas as ambulâncias que prestavam serviços eram alugadas de particulares, e por sinal estavam funcionando de forma irregular, nem contratos tinham. E os valores pagos, ele também não soube informar, pois contratadas oficialmente elas não eram. Também acrescentou que todas ambulâncias desapareceram porque os seus donos levaram para lugares desconhecidos.

No entanto, após esse episódio, descobrimos que o ex-chefe de transporte omitiu nas suas declarações, das 07 (sete) ambulâncias que desapareceram, foram encontradas pelo menos 02(duas) escondidas na residência do avô do próprio Ribinha, localizada na rua Manoel dos Santos Alencar nº 214, centro, Araripina.

De acordo com denúncias, as ambulâncias encontradas de placa: PFB 1456 é de propriedade de Emanuela dos Santos Alencar (Irmã de Ribinha) e a outra de placa: PFC 4886 é da pessoa jurídica: MT MAX GESSO ME, de propriedade de Maysa Torres, filha do ex-tesoureiro, Airton de Argolino.


Diante dos fatos, é de se impressionar o tamanho do descaso que a gestão passada tinha com o povo de Araripina, aonde a prioridade das prioridades era saquear os cofres da prefeitura, com o máximo de sangue frio e o mínimo de sensibilidade.


Publicado por Cidade de Araripina Pernambuco

Sobre

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.